Abrir menu principal
Coreia do Sul Namyangju

남양주시

 
  Cidade e capital  
transliterações em Dialeto coreano
 • Hangul 남양주시
 • Hanja 南楊州市
Yeoyudang2.jpg
Localização
Namyangju está localizado em: Coreia do Sul
Namyangju
Localização de Namyangju na Coreia do Sul
Mapa de Namyangju
Coordenadas 37° 38' N 127° 13' E
País  Coreia do Sul
Província Gyeonggi
Características geográficas
População total (2016) 662 154 hab.
Outras informações
Língua oficial Coreano

Namyangju (em coreano: 남양주시) é uma cidade na província de Gyeonggi, na Coreia do Sul. De acordo com o censo sul-coreano de 2016, a cidade tinha uma população de 662.154 habitantes.[1]

HistóriaEditar

O personagem histórico de Namyangju: Jeong Yak-yong, também Jeong Yag-yong ou Dasan (1762-1836), foi um dos principais filósofos coreanos durante a dinastia Joseon.[2] Ele é amplamente considerado como o maior dos pensadores de Silhak, que defendia que a filosofia formalista neoconfucionista de Joseon retornasse a preocupações práticas. Jeong Yag-yong e seus irmãos também estavam entre os primeiros coreanos convertidos ao catolicismo romano.[3] Jeong nasceu e também terminou seus dias na atual cidade de Namyangju, na província de Gyeonggi.[2]

Linha do tempoEditar

  • 1950 de outubro a 1951 ocorreu o massacre de Namyangju.[4][5]
  • Em 1º de abril de 1980 o Condado de Namyangju foi criado com Guri-eup, Migeum-eup, Jinjeob-myeon, Jingeon-myeon, Hwado-myeon, Sudong-myeon, Wabu-myeon e Byeolnae-myeon (2 eup, 6 myeon).[5]
  • Em 1º de dezembro de 1980 Wabu-myeon tornou-se Wabu-eup (3 eup, 5 myeon).[5]
  • Em 15 de fevereiro de 1983 Jingeon-myeon Yangji-ri, Onam-ri, Palheon-ri foram absorvidos por Jinjeob-myeon.[5]
  • Em 1º de janeiro de 1986 Guri-eup tornou-se Guri City (2 eup, 5 mieon).[5]
  • Em 1º de abril de 1986 a filial de Joan se tornou Joan-myeon (2 eup, 6 myeon).[5]
  • Em 1º de janeiro de 1989 Migeum-eup tornou-se a cidade de Miguem (1 eup, 6 mieon).[5]
  • Em 1º de abril de 1989 Jinjeob-myeon tornou-se Jinjeob-eup (2 eup, 5 myeon).[5]
  • Em 1º de abril de 1989 a filial de Toegyewon se torna Toegyewon-myeon (2 eup, 6 myeon).[5]
  • Em 1º de dezembro de 1991 Hwado-myeon tornou-se Hwado-eup (3 eup, 5 myeon).[5]
  • Em 1º de abril de 1992 Jinjeob-eup, a filial de Onam é aberta.[5]
  • Em 1º de abril de 1995 a cidade de Migeum e o condado de Namyangju foram fundidos. (3 eup, 5 mieon, 6 dong).[5]
  • Em 6 de maio de 1995 a filial de Onam se tornou Onam-myeon (3 eup, 6 myeon, 6 dong).[5]
  • Em 12 de setembro de 2001 Jingeon-myeon tornou-se Jingeon-eup (4 eup, 5 myeon, 6 dong).[5]
  • Em 12 de setembro de 2001 Onam-myeon tornou-se Onam-eup (5 eup, 4 myeon, 6 dong).[5]
  • Em 1º de junho de 2005 Byeolnae-mueon, a filial de Cheonghak foi aberta.[5]
  • Em 20 de janeiro de 2006 acontece a abertura da filial de Pungyang, que tem jurisdição sobre Onam-eup, Jinjeob-eup, Toegyewon-myeon, Byeolnae-myeon.[5]
  • Em 20 de novembro de 2006 em Hwado-eup, foi aberta a filial de Dongbu.[5]
  • Em 7 de outubro de 2008 a população atingiu 500.000 habitantes (tonando-se a 13ª cidade mais populosa da Coreia do Sul).[5]
  • Em 14 de dezembro de 2009 a filial de Cheonghak foi fechada.[5]
  • Em setembro de 2011 o Museu Nacional de Namyangju foi inaugurado, sendo o primeiro museu mundial de agricultura orgânica.[6]

EconomiaEditar

Produto Interno BrutoEditar

O produto interno bruto da cidade de Namyangju em 2012 foi de 12.384 trilhões de wones, representando 1,7% do produto interno bruto da província de Gyeonggi. Os setores terciário, de varejo (11,8%), imóveis e os negócios de aluguel (9,80%), construção (8,94%), eletricidade, gás, vapor e água (8,01%) representam grande parte.[7]

EmpregoEditar

Em 2014, o número total de funcionários nas indústrias de Namyangju era de 135.583, representando 3,0% do número total de funcionários da província de Gyeonggi. Entre eles, a pesca agrícola e florestal (indústria primária) representava menos de 55 pessoas, a mineração e a indústria manufatureira (indústria secundária) 27.932, representando 20,6%, e as indústrias comerciais e de serviços (indústria terciária), com 79,4%. Na indústria secundária em Namyangju, o número de empregador é inferior a porcentagem da província de Gyeonggi (27,1%) e da indústria terciária é superior a de Gyeonggi (72,9%). Na indústria terciária da cidade, o atacado e varejo representam 19,5%, acomodações e restaurantes (12,0%), educação e serviços (10,0%). Os serviços sociais e de saúde (9,5%) representam grande parte.[8]

PopulaçãoEditar

Em 2010, Namyangju tinha uma população de 521.666 residentes e uma população nômade de 441.872, com um baixo índice nômade. A população de entrada devido ao deslocamento foi de 35.868, a população de saída foi de 100.719. Namyangju, portanto, é considerada um centro urbano que depende de Seul e de outras cidades satélites metropolitanas.[9]

Divisões administrativasEditar

Divisões administrativas de Namyangju[10]
Tipo
Eup Myeon Dong
Hwado (화도읍) Byeolnae (별내동) Byeolnae (별내동)
Jinjeob (진접읍) Joan (조안면) Donong (도농면)
Jingeon (진건읍) Sudong (수동면) Geumgok (금곡동)
Onam (오남읍) Toegyewon (퇴계원읍) Hopyeong (호평동)
Wabu (와부읍) Jigeum - Gaun, Suseok
Pyeongnae (평내동)
Yangjeong (양정동)

Museu de NamyangjuEditar

Namyangju está rapidamente desenvolvendo uma reputação como um centro regional de excelência para a agricultura orgânica. O Museu Orgânico de Namyangju, o primeiro museu do mundo dedicado à história e desenvolvimento da agricultura orgânica, foi inaugurado em setembro de 2011. Está localizado a oeste de Seul e às margens do rio Han. O museu é voltado para jovens e idosos, inclui uma linha do tempo dos desenvolvimentos da agricultura orgânica e há exposições de práticas agrícolas coreanas tradicionais ligadas às 24 divisões sazonais do ano. A inauguração do museu coincidiu com o 17º Congresso Mundial Orgânico da IFOAM.[6]

Cidades irmãsEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Namyangju · Population». population.city. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  2. a b «정약용(丁若鏞) - 한국민족문화대백과사전». encykorea.aks.ac.kr. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  3. «Catholic Church in Korea Statistics 2017». Consultado em 12 de abril de 2018. Cópia arquivada em 13 de abril de 2018 
  4. Charles J. Hanley (6 de dezembro de 2008). «Children 'executed' in 1950 South Korean killings». San Diego Union-Tribune. Associated Press. Consultado em 30 de agosto de 2012 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t «Administrative History < History of Namyangju < About Namyangju : Namyangju City». www.nyj.go.kr. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  6. a b Paull, John (2011) "A Postcard from Korea: Worldʼs First Organic Agriculture Museum", Journal of Bio- Dynamics Tasmania, 104:11-14.
  7. 시 군 단위 지역 내 총생산 (GRDP) 통계청 국가 통계 포털
  8. 경기도 사업체조사 통계청 국가통계포털
  9. 경기도 기본통계 및 2010 인구주택 총조사 통계청 국가통계포털
  10. 남양주시의 일반현황, 2012년 4월 11일 확인
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Namyangju
  A Wikipédia tem o portal:

Ligações externasEditar