Natasha Griggs

política australiana

Natasha Louise Griggs (24 de janeiro de 1969) é uma política australiana. Desde 5 de outubro de 2017, Griggs é administradora dos territórios australianos do Oceano Índico, entre eles a Ilhas Cocos (Keeling).[1]

Natasha Griggs
Administradora dos Territórios da Austrália no Oceano Índico
Período 5 de outubro de 2017
a atualidade
Monarca Isabel II
Antecessor(a) Barry Haase
Deputada do Parlamento Australiano por Salomão
Período 21 de agosto de 2010
2 de julho de 2016
Antecessor(a) Damian Hale
Sucessor(a) Luke Gosling
Dados pessoais
Nome completo Natasha Louise Griggs
Nascimento 24 de janeiro de 1969 (52 anos)
Adelaide, Austrália
Nacionalidade Australiana
Alma mater Northern Territory University
Esposo Paul Griggs
Partido Partido Liberal da Austrália
Profissão político

Griggs foi eleita pela primeira vez nas eleições federais de 2010 como membro da Câmara dos Deputados da Austrália, Território do Norte, representando o Partido Liberal do País.[2] Ela ocupava a cadeira do Partido Liberal na câmara. Foi reeleita nas eleições federais de 2013, mas perdeu seu assento para o candidato trabalhista Luke Gosling nas eleições federais de 2016.[3]

HistoriaEditar

Griggs nasceu em Adelaide,[4] mudou-se para a cidade quando tinha quatro semanas de idade e frequentou escolas primárias e secundárias em Alice Springs antes de se mudar para Darwin em 1987 para concluir um Bacharelado em Administração de Empresas na Universidade do Território do Norte (atual Universidade Charles Darwin).[5]

Ela iniciou sua vida profissional no governo do Território do Norte no setor de TI. Antes de sua eleição para um cargo público, teve uma carreira no setor público e no setor privado, ocupando cargos de gerência sênior de projetos e de negócios.[6] Em 2002, Griggs foi diagnosticada com câncer de tireóide, passando por seis meses tratamento intensivo. Ela venceu a doença e voltou ao trabalho. Atua na defesa de instituições de caridade e ONGs focadas em prevenção, pesquisa e tratamento de câncer.[6] Além disso, Griggs é uma defensora proeminente de organizações comunitárias e sem fins lucrativos, levantando, em 1992, US $ 30.000 e sendo nomeada a principal arrecadadora de fundos do Território.[7]

Griggs foi vereadora em 2008 e venceu a eleição para o Conselho da Cidade de Palmerston, durante o qual foi eleita por seus colegas para o cargo de vice-prefeita.[6]

Carreira PolitícaEditar

Em 2009, ela ganhou a pré-seleção do Partido Liberal da Austrália para o Parlamento da Austrália, ocupando a vaga do Partido Trabalhista que Damian Hale ocupava desde as eleições de 2007. Nas eleições de 2010, foi eleita pela primeira vez para o parlamento Austráliano. Tornando-se o primeiro membro da oposição na história da sede.[8] Ela se tornou a primeira mulher membro da Câmara dos Deputados a representar o Território do Norte.[9] Durante seu primeiro mandato, ela se opôs à construção de uma instalação de resíduos nucleares no Território do Norte, argumentando que a ciência, e não a política, deveria determinar sua localização.[10][11][12]

Entre 2010 e 2013, Griggs foi membro de três comitês parlamentares: o Comitê de Assuntos Aborígenes e dos Conselheiros Aborígines de Torres Strait, o Comitê Conjunto de Capitais Nacionais e Territórios Externos e o Comitê Conjunto da Rede de Detenção de Imigração da Austrália.[13]

Griggs foi uma dos membros fundadores da Riding for the Disabled NT. Ela é Patrona do SIDS e Kids NT.[14]

Eleições de 2016Editar

Griggs ganhou as manchetes nacionais duas semanas após as eleições de 2016, depois de ter sido filmada agredindo uma pessoa que a filmava em um evento público da comunidade local. A filmagem, amplamente publicada desde então, mostrou Griggs se aproximando da pessoa que a filmava e agindo de maneira "hostil" e "agressiva", dizendo para "não me filmar!" pouco antes de atingir o celular derrubando-o no chão. Griggs afirmou que ela foi vítima de uma "organização sindical".[15][16][17][18]

Uma pesquisa de opinião de votos do MediaReach, realizada em Salomão, com 513 eleitores, realizada de 22 a 23 de junho durante a campanha eleitoral de 2016, inesperadamente mostrou os Trabalhistas liderando fortemente de 61% a 39%.[19]

Na eleição de 2016, realizadas em 2 de julho, Griggs foi derrotada por seu adversário trabalhista, Luke Gosling.[20]

Referências

  1. «"Natasha Griggs to become Australia's first female Administrator to Christmas Island and Cocos Island"». Northern Territory News. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  2. «orthern Territory News. Retrieved 4 September 2017. "Solomon Results NT- Darwin and Palmerston"». ABC Elections. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  3. «Solomon - Australia Votes». ABC News. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  4. «Biography for GRIGGS, Natasha Louise». Parliament of Australia. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  5. «"Natasha Griggs"». Country Liberals. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  6. a b c «About Natasha». Natasha Griggs MP. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  7. «Same-sex marriage: Northern Territory MP Natasha Griggs to vote yes, even if no conscience vote allowed». ABC News. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  8. «"House of Representatives Division First Preferences: Solomon"». Australian Electoral Commission. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  9. «"Maiden Speech"». Archived from the original. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  10. «Griggs attacks Snowdon for nuclear dump stance». ABC News. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  11. «Federal Country Liberal MP stands up for Northern Territory against nuclear waste dump». Antinuclear.net. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  12. «NATIONAL RADIOACTIVE WASTE MANAGEMENT BILL 2010». Parl info. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  13. «Mrs Natasha Griggs MP». Parliament of Australia. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  14. «rednose». rednose.org. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  15. «'Don't video me': Natasha Griggs confronts protesters (27-second high-resolution video)». ABC. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  16. «CLP candidate Griggs in mobile phone incident with unionists». ABC. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  17. «Government MP filmed in 'aggressive' phone event:». SBS. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  18. «Mobile phone footage shows the moment 'aggressive' MP Natasha Griggs 'knocks down' a union member when she wouldn't stop filming her:». Daily Mail Australia. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  19. «An independent poll shows Solomon MP Natasha Griggs will struggle to retain her seat at the federal election:». NT News (News Ltd). Consultado em 14 de novembro de 2019 
  20. «"Northern Territory residents turn out to vote in federal election"». Northern Territory News. Consultado em 14 de novembro de 2019