Norodom I

Norodom I (em khmer: ព្រះបាទ នរោត្តម - Angkor Borei, 3 de fevereiro de 1834 - Phnom Penh, 24 de abril de 1904) foi um rei do Camboja que governou seu país entre 1860 e 1904.[1] Ele era o filho mais velho do rei Ang Duong, que governava em nome de Sião, sendo meio-irmão do príncipe Si Votha e do rei Sisowath. Norodom foi considerado o primeiro rei Khmer moderno. Em 1863, para evitar que os dois poderosos vizinhos - Vietnã e Sião (atual Tailândia) - dominassem por completo o território cambojano, Norodom I convidou a França para fazer do Camboja seu protectorado. No entanto, ele enviou muitas cartas para Sião alegando que o Almirante francês de la Grandière o obrigou a assinar um tratado falso. Muitos cambojanos acreditam que este ato e sua astúcia chegou a salvar Camboja do desaparecimento.

Norodom I
O Rei Norodom com uniforme militar, em 1861.
Rei do Camboja
Reinado 19 de outubro de 1860
a 24 de abril de 1904
Coroação 3 de junho de 1864
Antecessor(a) Ang Duong
Sucessor(a) Sisowath Sirik Matak
 
Nascimento 03 de fevereiro de 1834
  Angkor Bore, Flag of Cambodia (pre-1863).svg Camboja
Morte 24 de abril de 1904 (70 anos)
  Banguecoque, Sião
Casa Casa de Norodom
Pai Ang Duong
Filho(s) 62 filhos e filhas

Quando ele nasceu, o Camboja estava sob domínio vietnamita (Annamese) e siamês. Os dois países haviam dividido o território do Camboja entre eles, mas a Família Real Cambojana, sendo relacionada com o Siameses, manteve-se na zona de siameses, sendo os vietnamitas vistos como mais autoritários do que os Siameses. No entanto, Vietnã e Sião freqüentemente travaram guerras pelo território cambojano. O príncipe Norodom I foi enviado por seu pai para estudar em Banguecoque, onde estudou a língua siamesa (Tailandês), Política, Militarismo e escrituras budistas.

Referências

  1. «Norodom | king of Cambodia». Encyclopedia Britannica (em inglês)