Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Nova Parnamirim
  Bairro do Brasil  
Vista da Av. Adeodato José dos Reis.
Vista da Av. Adeodato José dos Reis.
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Região administrativa Zona Norte de Parnamirim
Município  Parnamirim
População
 - Total 54,076
Limites Norte: Município de Natal
Sul: Parque do Jiqui
Leste: Município de Natal
Oeste: Aeroporto Internacional Augusto Severo
Fonte: IBGE/28 de julho de 2012

Nova Parnamirim é um bairro localizado no município de Parnamirim, no estado brasileiro do Rio Grande do Norte.[1] Juntamente com sub-bairro de Cidade Verde, pertencente ao bairro Nova Parnamirim, e está conurbado a capital, Natal, e separado do centro da cidade de Parnamirim devido ao Aeroporto Internacional Augusto Severo.[2]

O bairro é cortado por duas vias principais: Abel Cabral e Maria Lacerda Montenegro, onde ambas ligam a avenida Ayrton Senna (bairros da Zona Sul) à BR-101 (saída de Natal), se constituindo em duas grandes artérias movimentadas da Grande Natal, fazendo com que o bairro crescesse vertiginosamente na década de 2000 e inicio da década de 2010.[3]

É o bairro mais populoso da cidade de Parnamirim, contando com 54.076 habitantes, segundo dados do Censo 2010 do IBGE.[4] Concentra boa parte da classe média emergente da Região Metropolitana de Natal e ganha a cada ano mais habitantes devido a proliferação acelerada e continua de condomínios verticais e horizontais no seu território e nas áreas adjacentes.

Devido ao constante crescimento e verticalização, dezenas de empresas se instalaram no bairro, notadamente as redes de supermercado Extra Hiper e Nordestão,,[5] redes de fast-food como McDonald's[6] e Pitts Burg, além da rede de bricolagem Leroy Merlin.[7]

HistóricoEditar

Inicialmente - final da década de 1980 - via airton senna o bairro abrigou conjuntos habitacionais construídos pela extinta cooperativa Inocoop em parceria com a Caixa Econômica Federal. São exemplos desse período : Portal do Jiqui, Alameda das Flores, Parque dos Eucaliptos, Alameda dos Eucaliptos e Serrambi V. Em período anterior a essas construções, ocorreu ainda na metade da década de 1980, a entrega do Conjunto do IPE, entre as avenidas Abel Cabral e Santa Luzia. O pequeno conjunto construído pelo Instituto de Previdência do Estado era formado por residências modestas feitas para abrigar servidores estaduais de classe média baixa. O bairro adquire novas feições e passa a crescer com maior rapidez no final da década de 1990, quando passa a abrigar condomínios verticais voltados para a classe média da vizinha cidade do Natal.O Residencial Itamaraty é o maior condomínio do bairro sustentando 43 blocos cada um com 16 apartamentos e uma comunidade estimada em mais de 2000 habitantes.

 
Leroy Merlin Natal, filial da rede instalada no bairro.

O Condomínio Califórnia Gardens, popularmente conhecido como Plano 100 da Avenida Ayrton Senna foi o primeiro condomínio vertical acima de quatro andares erguido na região (1998) e entregue no ano 2000. O empreendimento da construtora Ecocil,composto por três torres de 15 andares, revolucionou o mercado imobiliário potiguar, gerando intensa valorização as terras da região. Após sua construção surgiram outros grandes condomínios verticais voltados para a moradia da classe média - Flórida Gardens, em terreno vizinho, Parque Itatiaia e Campos do Cerrado,

Por estar na divisa entre dois municípios, durante a primeira década do século XX, Nova Parnamirim era conhecida conhecida pela expressão NEM (significando "Nem Natal, Nem Parnamirim").[8]

Referências