Obelisco Branco

obelisco feito de calcário criado por Assurnasirpal I
Obelisco Branco de Assurnasirpal I
Obelisco Branco (à esquerda) junto com o Obelisco Negro de Salmanaser III (à direita).
Material Calcário
Criado (a) Entre 1 050 - 1 031 a.C.
Descoberto (a) 1853, em Nínive
Exposto (a) atualmente Museu Britânico

O Obelisco Branco foi um artefato feito de pedra calcária criado por Assurnasirpal I (r. 1050–1031 a.C.) da Assíria, que atualmente está exposto no Museu Britânico, juntamente com o Obelisco Negro. Ele foi encontrado pelo assiriólogo iraquiano-assírio Hormuzd Rassam em julho de 1853 nas ruínas da antiga Nínive em Kuyunjik.[1][2] O artefato representava cenas de guerra, caçadas, procissões de tributários e ocasiões cerimoniais associadas a Assurnasirpal I.[3] Ele seria imediatamente atribuído a Assurnasirpal II (r. 884–859 a.C.), mas o arqueólogo Anton Moortgat discorda disso, e, no entanto, adiciona um ponto de interrogação após "Assurnasirpal I" na legenda da ilustração em seu livro (Die Kunst Des Alten Mesopotamien).[1]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Sollberger, Edmond (1974). «The White Obelisk». Iraq (1/2): 231–238. ISSN 0021-0889. doi:10.2307/4199992. Consultado em 16 de janeiro de 2021 
  2. Pittman, Holly (1996). «The White Obelisk and the Problem of Historical Narrative in the Art of Assyria». The Art Bulletin (2): 334–355. ISSN 0004-3079. doi:10.2307/3046178. Consultado em 16 de janeiro de 2021 
  3. «White Obelisk». The British Museum (em inglês). Consultado em 16 de janeiro de 2021