Abrir menu principal
A Cratera Occator com as manchas brilhantes "Spot 5" fotografada pela Dawn a uma distância de 385 quilômetros.

Occator é uma cratera de impacto localizada no planeta anão Ceres. que contém o "Spot 5", as mais brilhantes das manchas brilhantes observadas pelo Telescópio Espacial Hubble e pela sonda espacial Dawn. Ela era conhecida como "Região A" em imagens terrestres tomadas pelo Observatório W. M. Keck em Mauna Kea.[1] Esta cratera tem 92 quilômetros de largura e 4 de profundidade.

A cratera foi nomeada em homenagem a Occator, o deus romano da grade e ajudante de Ceres, que é a divindade agrícola.[2][3]

Em 9 de dezembro de 2015, cientistas relataram que as manchas brilhantes de Ceres, incluindo aquelas da cratera Occator, pode estar relacionada a uma espécie de sal, particularmente uma forma de salmoura contendo sulfato de magnésio chamado hexahidrato; as manchas foram também encontradas associadas com argilas ricas em amônia.[4][5]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «PIA17831: Water Detection on Ceres» (em inglês). NASA. Consultado em 4 de abril de 2016 
  2. «Planetary Names: Crater, craters: Occator on Ceres» (em inglês). USGS. Consultado em 9 de julho de 2015 
  3. «USGS: Ceres nomenclature» (PDF) (em inglês). USGS. Consultado em 4 de abril de 2016 
  4. «New Clues to Ceres' Bright Spots and Origins» (em inglês). NASA. Consultado em 4 de abril de 2016 
  5. «Novas pistas sobre as manchas brilhantes de Ceres e suas origens». Consultado em 4 de abril de 2016