Odense é a terceira maior cidade da Dinamarca (atrás de Copenhague e Aarhus) e a maior cidade da ilha de Fiônia. Em 1º de janeiro de 2022, a cidade propriamente dita tinha uma população de 180.863 habitantes,[1] enquanto o município de Odense tinha uma população de 205.978 habitantes,[2] tornando-se o quarto maior município da Dinamarca (atrás dos municípios de Copenhague, Aarhus e Aalborg). O Eurostat e a OCDE usaram uma definição para a área metropolitana de Odense (referida como área urbana funcional), que inclui todos os municípios da província (dinamarquês: landsdel) de Fiônia (dinamarquês: Fyn), com uma população total de 504.066 como de 1º de julho de 2022.[3][4][5]

Odense
Região Dinamarca do Sul (região)
Área 305,6 km²
População (2020) 204 895 hab.
Website: www.odense.dk/
Município da Dinamarca Dinamarca
Casas típicas de Odense

Por estrada, Odense está localizada a 45 quilômetros ao norte de Svendborg, 144 quilômetros ao sul de Aarhus e 167 quilômetros ao sudoeste de Copenhague. A cidade foi a sede do Condado de Odense até 1970, e do Condado de Fiônia de 1970 até 1º de janeiro de 2007, quando o Condado de Fiônia se tornou parte da Região do Sul da Dinamarca. Odense tem uma estreita associação com Hans Christian Andersen, que é lembrado acima de tudo por seus contos de fadas.[6] Ele nasceu na cidade em 1805 e passou sua infância nela.

Houve assentamento humano na área de Odense por mais de 4 mil anos, embora o nome não tenha sido mencionado por escrito até 988 e, em 1070, já havia se tornado uma cidade próspera. Canuto IV da Dinamarca, geralmente considerado o último rei viking, foi assassinado por camponeses rebeldes no priorado de St Alban, em Odense, em 10 de julho de 1086. Embora a cidade tenha sido incendiada em 1249 após uma rivalidade real, ela rapidamente se recuperou e floresceu como um centro de comércio na Idade Média. Após um período de declínio, planos de desenvolvimento em larga escala foram feitos durante o século XVIII, o que levou à reconstrução do Palácio de Odense e à construção de um canal para o Porto de Odense, facilitando o comércio. Em 1865, um dos maiores terminais ferroviários da Dinamarca foi construído, aumentando ainda mais a população e o comércio e, em 1900, Odense atingiu uma população de 35 mil habitantes. A Odinstårnet de Odense foi uma das torres mais altas da Europa quando construída em 1935, mas foi destruída pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. A Universidade do Sul da Dinamarca foi fundada em 1966.

Nos dias atuais, Odense continua sendo o centro comercial de Fiônia e possui um notável distrito comercial com uma diversidade de lojas. Várias grandes indústrias estão localizadas na cidade, incluindo a Albani Brewery e a GASA, a maior distribuidora de vegetais, frutas e flores da Dinamarca. A cidade abriga o Palácio de Odense, erguido pelo rei Frederico IV, que ali morreu em 1730, o Teatro de Odense, a Orquestra Sinfônica de Odense e o Museu Hans Christian Andersen, situado na casa que foi o local de nascimento de Hans Christian Andersen. Nos esportes, Odense tem vários clubes de futebol, incluindo OB, BM, B1909 e B1913, o time profissional de hóquei no gelo Odense Bulldogs, e a cidade também hospeda a Maratona H.C. Andersen. Odense é servida pelo Aeroporto Hans Christian Andersen e pela estação de Odense, que fica na linha entre Copenhague e a península da Jutlândia.

Etimologia editar

O nome geográfico Odense deriva das palavras Odin (Deus da mitologia nórdica) e (nós, santuário), significando ”povoação de Odin”. A cidade está mencionada como Othensuuigensem, em 988, e como Odansue, por volta de 1075.[7]

Referências

  1. «Statistikbanken». www.statistikbanken.dk. Consultado em 28 de agosto de 2022 
  2. «Folketal den 1. i kvartalet efter område, køn, alder og civilstand - Statistikbanken - data og tal». www.statistikbanken.dk. Consultado em 28 de agosto de 2022 
  3. «Befolkningstal». www.dst.dk (em dinamarquês). Consultado em 28 de agosto de 2022 
  4. Dijkstra, Lewis; Poelman, Hugo; Veneri, Paolo (11 de dezembro de 2019). «The EU-OECD definition of a functional urban area». OECD Regional Development Working Papers (em inglês). doi:10.1787/d58cb34d-en 
  5. https://appsso.eurostat.ec.europa.eu/nui/show.do?dataset=urb_lpop1&lang=en Predefinição:Bare URL inline
  6. «Hans Christian Andersen» 
  7. Kent Lassen e Tom Ekeroth. «Region Syddanmark» (em dinamarquês). Den Store Danske Encyklopædi (Grande Enciclopédia Dinamarquesa). Consultado em 30 de dezembro de 2021 

Bibliografia editar

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Odense
 
Wikivoyage
O Wikivoyage possui o guia Odense
  Este artigo sobre Geografia da Dinamarca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.