Abrir menu principal
Odiléa Toscano
Painel Sem Título (1990), exposto na estação Jabaquara.
Nome completo Odiléa Helena Setti Toscano
Nascimento 1 de dezembro de 1934 (84 anos)
São Bernardo do Campo
Morte 7 de abril de 2015 (80 anos)
São Paulo
Nacionalidade brasileira
Prémios Prêmio de Arte Gráfica da 1ª Bienal Internacional do Livro e das Artes Gráficas de São Paulo, pelas capas da série de livros Jovens do mundo todo, da editora Brasiliense (1961).[1]

"Grande Prêmio "Ex Aequo" - Arquitetura" da 4ª Bienal Internacional de Arquitetura, pelo projeto da Estação Pêssego (1994) [2]

Área artes plásticas
Formação Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (1958)

Odiléa Helena Setti Toscano (São Bernardo do Campo, 1 de dezembro de 1934 - São Paulo. 7 de abril de 2015) foi uma arquiteta, professora e artista plástica brasileira. Casada com o arquiteto João Toscano, ficou mais conhecida por seus 11 trabalhos expostos em 4 estações do Metrô de São Paulo (Santana, São Bento, Paraíso e Jabaquara), sendo a artista com mais trabalhos na coleção de arte contemporânea da empresa de transporte público.[3][1][4][5]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. a b Sara Miriam Goldchmit, Maria Cecilia Loschiavo dos Santos e Luciene Ribeiro dos Santos (4 de julho de 2016). «Odiléa Toscano: design visual, espaços públicos e ensino». Revista de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Ano: 49 - Edição Nº 89. Consultado em 2 de abril de 2019 
  2. «4ª Bienal divulga projetos premiados». Folha de S. Paulo. 1 de dezembro de 1999. Consultado em 2 de abril de 2019 
  3. Tatiane de Assis (11 de maio de 2018). «Odiléa Setti Toscano é a artista com mais obras no Metrô». Veja-SP. Consultado em 2 de abril de 2019 
  4. Companhia do Metropolitano de São Paulo (2012). «Odiléa Toscano». Metrô-SP. Consultado em 2 de abril de 2019 
  5. «Obituário». Diário do Grande ABC. 10 de abril de 2015. Consultado em 2 de abril de 2019