Otto Ville Kuusinen

Otto Wilhelm (Wille) Kuusinen (Loudspeaker.svg? pronunciação, em russo: О́тто Вильге́льмович Ку́усинен) (4 de outubro de 1881, Laukaa, Finlândia17 de maio de 1964, Moscou) foi um político, historiador de literatura e poeta finlandês e soviético que, após a derrota na Guerra Civil Finlandesa, fugiu para a União Soviética, onde trabalhou até sua morte.[1]

Otto Ville Kuusinen
Nascimento Otto Wilhelm Kuusinen
4 de outubro de 1881
Laukaa
Morte 17 de maio de 1964 (82 anos)
Moscovo
Sepultamento necrópole da Muralha do Kremlin
Cidadania Grão-Ducado da Finlândia, Finlândia, República Democrática da Finlândia, União Soviética
Cônjuge Aino Kuusinen
Filho(s) Hertta Kuusinen
Alma mater
Ocupação político, escritor, poeta, crítico literário, diplomata
Prêmios
Causa da morte câncer

Após substituir o moderado presidente do partido, J. K. Kari, em 1906, Kuusinen veio a dominar o Partido Social Democrata da Finlândia. Ele foi o líder da revolução de janeiro de 1918 na Finlândia que criou a breve República Socialista dos Trabalhadores da Finlândia. Ele foi membro do Eduskunta 1908–1913 e presidente do partido 1911–1917.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Otto Wille Kuusinen». timenote.info (em inglês). Consultado em 17 de outubro de 2021