Oxifuel é uma Empresa Agroindustrial Privada, produtora e comercializadora de etanol anhidro na parte Centrosul e Sudeste do México à base de cana de açúcar, fundada pelo Grupo Báltico Industrial em 2013 no estado de Veracruz[1] como resposta à Lei de Promoção e Desenvolvimento dos Bioenergéticos aprovada em 2008 na República Mexicana.[2] Atualmente encontra-se nos estados de Povoa, Veracruz, Tlaxcala, Estado de México, Oaxaca, Tabasco, Quintana Roo e Chiapas.[3]

Oxifuel
Oxifuel
Logótipo
Logo Oxifuel
Lema "Motor de mi México limpio"
Tipo Privada
Propósito Angroindustria
Sítio oficial http://www.oxifuel.com.mx/index.html

História e OrigensEditar

O Grupo Báltico Industrial fundou-se em 1970 como uma destiladora artesanal de Agave nas localidades de Matatlán, Oaxaca e Tehuacán, Puebla. Onde se dedicou à comercialização de bebidas e álcoois, em 2003 instalou a sua primeira planta produtora de etanol na cidade de Orizaba, Veracruz em com uma capacidade de produção de 120 mil litros diários onde começa a utilização do etanol de maneira interna com o seu pessoal e equipa, após a aprovação da Lei de Promoção e Desenvolvimento dos Bioenergéticos no ano 2008 e a obtenção da primeira permissão expedido pela Secretária de Energia para a comercialização de etanol anhidro no México em 2003 cria-se a Oxifuel como uma das unidades de negócio de Grupo Báltico Industrial para a venda de etanol ao público em geral.[4][5][6]

Introdução ao mercado mexicanoEditar

Oxifuel começou a introduzir nos Estados de Veracruz, Puebla e Oaxaca em 2014 em pontos de venda móveis, em 2015 começou a sua venda em estações fixas que lhe permitiu estender a sua área de venda a mais Estados e localidades, em 2016 cria o modelo de venda de estação de auto serviço em Oaxaca inaugurando três pontos de venda no área de Tuxtepec[7], durante este período e até princípios do 2017 a distribuição de etanol se encontrou limitada devido ao desconhecimento das pessoas e autoridades com respeito à comercialização e distribuição do etanol anidro, ao não ter um antecedente similar não existiam leis nem alinhamentos pelas quais poderia ser regulado o que implico ao fechamento e clausuras de diferentes pontos de venda no País.[8][9][10]

O Gasonilazo e o auge do Etanol[11]Editar

 
Estação de autoservicio multimodal Oxifuel

Ao começo do período presidencial de Enrique Peña Nieto apresentou-se uma iniciativa conhecida como "Reforma Energética" na qual se modificou a estrutura da venda e distribuição de hidrocarburantes, esta reforma pôs fim ao monopólio da gasolina que controlava PEMEX[12]

A partir de 2017, gasolineiras de outras companhias poderiam instalar-se no México e em 2018 libertar-se-á a importação de combustíveis. No entanto, isto significou a eliminação do subsídio governamental ao preço da gasolina o que causou um aumento de 20% em Janeiro 2017, o seu maior aumento em quase 20 anos, como consequência não só teve desabastecimento do combustível se não também protestos e saques no México como resposta pelo gasolinazo e rejeição da cidadania a este aumento.[13] Durante este período o etanol começou a ver um aumento em demanda como o seu preço é menor a Gasolina inclusive dantes da eliminação do subsídio e pode-se acrescentar como aditivo em vários modelos de auto, isso causou que a população começará a abastecer-se do etanol e por consequência da marca Oxifuel.[14][15] Igualmente, as autoridades finalmente criaram medidas de proteção civil, uso de solo e a mais alinhamentos para permitir o estabelecimento e funcionamento destes pontos de vendas, tanto estações de autoserviço como distribuição em contêiners fechados e permitir o seu acesso ao público em geral.[16]

AtualidadeEditar

 
Ponto de venda Oxifuel com envaces fechados

Hoje em dia Oxifuel conta com vários pontos de venda em diferentes estados da república e permitiu a introdução ao mercado mexicano do etanol anidro e sua acessibilidade ao público em geral em certos estados, principalmente a zona centrosul e sudeste do México.