Abrir menu principal

Partido Socialista Revolucionário (Brasil)

Partido Socialista Revolucionário
Fundação 1939
Ideologia Trotskismo
Espectro político Esquerda
Cores       Vermelho       Branco

Política do Brasil
Partidos políticos
Eleições

O Partido Socialista Revolucionário (PSR) foi uma organização política trotskista brasileira formada em 1939 e liderada por Herminio Sacchetta e Heitor Ferreira Lima.

Índice

AntecedentesEditar

Dainis Karepovs descreve que um ano após o putsch comunista de novembro de 1935, ao qual se sucedeu um período de orientações políticas ora mais à direita, ora mais à esquerda, o PCB, aderindo ao padrão mundial de "frente popular" estabelecido pela Internacional Comunista (lC) em seu VIII Congresso, decidiu adotar a orientação de considerar a burguesia local como "força motriz da revolução brasileira".

Assim, continua Karepovs, a maioria da militância comunista acabou se indignando frente a uma das principais consequências dessa nova orientação do PCB: o papel secundário ao qual eram relegados os trabalhadores e o próprio partido. A revolta contra a nova linha teve à sua frente Herminio Sacchetta, secretário regional do PCB em São Paulo, e Heitor Ferreira Lima, ex-secretário geral do PCB e que fora o primeiro brasileiro a estudar na Escola Leninista da Internacional Comunista. Os dois conseguiram que a maioria dos comitês regionais do partido ficassem, num primeiro momento, ao seu lado. No entanto, o secretário geral Lauro Reginaldo da Rocha (Bangu), com apoio ativo da IC, reverteu o quadro. No grupo de Sachetta começaram a repercutir as críticas feitas por Leon Trotsky e seus partidários à orientação da IC, a qual, por implementar determinações às suas seções de interesse da política externa da União Soviética, era por ele chamada de "guarda-fronteiras da URSS". Parte dos militantes do grupo de Sachetta-Ferreira Lima se aproxima do grupo trotskista brasileiro de Mário Pedrosa, dando origem, em agosto de 1939, ao Partido Socialista Revolucionário (PSR), entre estes, Patrícia Galvão (Pagú). [1]

Trechos do documento de Pagú de apoio a fundação do PSREditar

Referências

  1. Karepovs, Dainis (2003). Luta subterrânea: o PCB em 1937-1938. [S.l.]: Editora Hucitec, p. 378. ISBN 9788527105996 
  2. a b Carta de uma militante de Patrícia Galvão criticando o Stalinismo - fevereiro 1939, escrito na casa de detenção do Rio de Janeiro, manifestando seu apoio ao PSR. (em castelhano)

Ver tambémEditar