Abrir menu principal

Paul Amman

médico e botânico alemão
Paul Amman
Folha de rosto de Character plantarum naturalis a fine ultimo videlicet fructificatione ..., 1685
Nascimento 31 de agosto de 1634
Wrocław
Morte 4 de fevereiro de 1691 (56 anos)
Leipzig
Nacionalidade Alemanha alemão
Ocupação médico, botânico

Paul Amman (Wrocław, 31 de agosto de 1634 – Leipzig, 4 de fevereiro de 1691) foi um médico e botânico alemão.

Índice

BiografiaEditar

Amman nasceu em Breslau (atual Wrocław) em 1634. Em 1662 recebeu o grau de doutor em Física pela Universidade de Leipzig, e em 1664 foi admitido como membro da Academia Naturae Curiosorum, sob o nome de Dryander. Pouco tempo depois foi eleito professor extraordinário de Medicina na universidade acima mencionada, e em 1674 foi promovido à cadeira de Botânica, que ele novamente em 1682 trocou pela de Fisiologia. Amman morreu em Leipzig em 1691. Parece ter sido um homem de espírito crítico e de grande conhecimento.[1]

ObrasEditar

Seus principais trabalhos são:[1]

  • Medicina Critica (1670)
  • Paraenesis ad Docentes occupata circa Institutionum Medicarum Emendationem (1673)
  • Supellex Botanica, hoc est: Enumeratio Plantarum, Quae non solum in Horto Medico Academiae Lipsiensis, sedetiam in aliis circa Urbem Viridariis, Pratis ac Sylvis &c. progerminare solent: cui Brevis accessit ad Materiam Medicam in usum Philiatrorum Manuductio (1675)
  • Character Plantarum Naturalis (1676)
  • Irenicum Numae Pompilii cum Hippocrate (1689)

HomenagensEditar

O cirurgião e botânico escocês William Houstoun deu o nome de Ammannia ao gênero botânico pertencente à família Lythraceae em sua homenagem. Carl von Linné, mais tarde, adotou também esse nome.[2]

Notas

  1. a b Encyclopædia Britannica (1911) entrada para Amman, Paul, (em inglês) volume 1, página 859
  2. Carl von Linné: Critica Botanica Leiden 1737, p. 92
    Carl von Linné: Genera Plantarum. Leiden 1742, p. 51

Referências