Paulo Castilho (escritor)

Paulo Castilho (Matosinhos, 10 de Fevereiro de 1944) é um escritor e diplomata português.[1]

Paulo Castilho
Nascimento 10 de fevereiro de 1944 (76 anos)
Matosinhos
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação Escritor e diplomata
Prémios Prémio Diário de Notícias
Grande Prémio de Romance e Novela APE/IPLB (1989)
Prémio Municipal Eça de Queirós (1989)
Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística (1990)

Prémio Fernando Namora (2012)

Magnum opus Fora de Horas

Licenciou-se em Direito, na Universidade de Lisboa.[2]

Como diplomata esteve em Washington, D.C. no perído de 1970 a 1971[1] e Londres (conselheiro da embaixada)[2] no período de 1980 a 1985.[1] Foi ainda, embaixador em Estocolmo e na Letónia e na Irlanda.[2]. Foi representante de Portugal no Conselho da Europa, em Estrasburgo.

Obras literáriasEditar

  • O Outro Lado do Espelho (1983) (romance)[1]
  • Fora de Horas (1989) (romance)[1]
  • Sinais Exteriores (1993) (romance)[1]
  • Parte Incerta (1997) (romance)[1]
  • Por Outra Palavras (2000) (romance)[1]
  • Letra e Música (2008) (romance)
  • Domínio Público (2011) (romance)

PrémiosEditar


  A Wikipédia possui o
Portal de Literatura

Referências

  1. a b c d e f g h Enciclopédia Larousse (vol. 4) ISBN 978-972-759-924-0
  2. a b c História de Portugal - Dicionário de Personalidades (Vol. XIII) ISBN 989-554-118-X
  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.