Abrir menu principal

António Paulo Kassoma (Sambizanga, Luanda, 6 de junho de 1951) é um político angolano. Foi primeiro-ministro de Angola entre Setembro de 2008 altura em que entrou em vigor a nova constituição do país, a qual substituiu o cargo de primeiro-ministro por um vice-presidente.

Filho Paulo Kassoma e de Laurinda Katuta (já falecidos), tem como habilitações literárias o curso superior de engenharia electromecânica, feito em 1975, e tem como profissão montador electricista.

Foi, entre outras funções, instrutor de técnica militar entre 1975/76, director técnico da Base Central de Reparações (BCR), entre 1976 a 1978, vice-ministro da Defesa para o armamento e técnica, entre 1978 a 1979, vice-ministro dos Transportes e Comunicações (1988/89), ministro dos Transportes e Comunicações entre 1989/90 e ministro da Administração do Território, 1991/92.

Em maio de 1997, foi nomeado governador da província do Huambo, onde exerceu estas funções até Setembro de 2008. É oficial superior, na reserva, das Forças Armadas Angolanas desde 2001, e membro do Bureau Político do MPLA, partido no poder, desde o último V congresso ordinário realizado em Dezembro de 2003.

No dia 30 de setembro de 2008, foi empossado pelo Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, como primeiro-ministro. Com entrada em vigor da nova constituição angolana no início de 2010, aquele cargo foi extinto e Paulo Kassoma foi designado presidente da Assembleia Nacional.

Ícone de esboço Este artigo sobre um político de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.