Abrir menu principal
Paulo da Sérvia
Representação moderna de Paulo
Príncipe da Sérvia
Reinado 917921
Antecessor(a) Pedro
Sucessor(a) Zacarias
 
Dinastia Blastímero
Nascimento c. 870/874
  Ras
Morte 921
Pai Brano
Religião Ortodoxia oriental

Paulo (em sérvio: Павле; transl.: Pavle; em grego medieval: Παῦλος; transl.: Paulos; ca. 870-921), também conhecido como Paulo Filho de Brano (em sérvio: Павле Брановић; transl.: Pavle Branović), foi o príncipe da Sérvia de 917 a 921. Foi colocado no tropo pelo Simeão I (r. 893–927), que capturou o príncipe anterior, Pedro depois dele tornar-se aliado do Império Bizantino na guerra em curso. Paulo governou por quatro anos antes de ser derrotado por Zacarias, seu primo. Paulo era filho de Brano, irmão do meio de Mutímero (r. 850–891) da Casa de Blastímero.[1]

VidaEditar

Paulo nasceu na década de 870, entre 870/874, filho de Brano, o irmão do meio de Mutímero (r. 850–891).[2] Seu nome cristão, em relação a geração anterior de nomes pagãos, mostra o espalhar da cristianização dos sérvios.[3] Após a morte de seu avô Mutímero em 891, Pribéstlabo (r. 891–892) sucedeu-o. Pribéstlabo governou por um ano, até Pedro retornar da Croácia e derrotá-lo. Pribéstlabo fugiu à Croácia com seus irmãos Brano e Estêvão.[4] Brano mais tarde retornou e liderou uma rebelião mal-sucedida contra Pedro em 894[5] (ou 895/896[2]) na qual foi derrotado, morto e cegado.[6] Devido a isso, Paulo foi à Bulgária, onde foi criado.[2]

Em 917, um exército bizantino sob por Leão Focas invadiu a Bulgária, mas foi derrotado na Batalha de Anquíalo em 20 de agosto.[7] Após Anquíalo,[5] Simeão enviou um exército liderado por Paulo (após ouvir sobre uma aliança bizantino-sérvia), para tomar o trono sérvio, mas sem sucesso.[8] Ele então enviou Marmais e Teodoro Sigritzes,[9] que persuadiram Pedro, por juramento, a encontrá-los. [8][10] Quando apareceu, foi preso, enviado à Bulgária e morreu menos de um ano depois confinado. Simeão então colocou Paulo no trono sérvio.[5] As fontes bizantinas chamam-o arconte ou arcontópulo (em grego medieval: ἀρχοντόπουλος).[2]

Em 920, Zacarias, o exilado filho de Pribéstlabo (o filho mais velho de Mutímero), foi enviado pelo imperador Romano I Lecapeno (r. 920–944) para tomar o trono. Zacarias era o pretendente legítimo. Zacarias foi capturado por búlgaros[5] ou por Paulo,[11] que enviou-o a Simeão. De todo modo, Zacarias terminou em Preslava. No meio tempo, Paulo aliou-se aos bizantino e Simeão enviou Zacarias com tropas búlgaras em 921. Zacarias venceu e rapidamente revogou a aliança bizantina.[12]

Ver tambémEditar

Precedido por
Pedro
Príncipe da Sérvia
917921
Sucedido por
Zacarias

Referências

  1. Ćirković 2004, p. 18.
  2. a b c d Lilie 2013.
  3. Vlasto 1970, p. 209.
  4. Fine 1991, p. 141.
  5. a b c d Fine 1991, p. 150.
  6. Longworth 1997, p. 321.
  7. Fine 1991, p. 149.
  8. a b Ćorović 2010.
  9. Obolensky 1971, p. 111.
  10. Stephenson 2000, p. 26–27.
  11. Angelov 1981, p. 290.
  12. Andreev 1996, p. 101.

BibliografiaEditar

  • Andreev, Jordan; Lalkov, Milcho (1996). Българските ханове и царе (The Bulgarian Khans and Tsars). Veliko Tarnovo: Abagar. ISBN 954-427-216-X 
  • Angelov, Dimitar; Bozhilov, Ivan; Vaklinov, Stancho; Gyuzelev, Vasil; Kuev, Kuyu; Petrov, Petar; Primov, Borislav ; Tapkova, Vasilka; Tsankova, Genoveva (1981). История на България. Том II. Първа българска държава [History of Bulgaria. Volume II. First Bulgarian State]. Sófia: Bulgarian Academy of Sciences Press 
  • Ćirković, Sima; Sima Ćirković (2004). The Serbs. Malden: Blackwell Publishing 
  • Fine, John Van Antwerp (1991). The Early Medieval Balkans: A Critical Survey from the Sixth to the Late Twelfth Century (em inglês). Ann Arbor, Michigan: University of Michigan Press. ISBN 0472081497 
  • Lilie, Ralph-Johannes; Ludwig, Claudia; Zielke, Beate et al. (2013). «#26399 Pavle Branovic». Prosopographie der mittelbyzantinischen Zeit Online. Berlim-Brandenburgische Akademie der Wissenschaften: Nach Vorarbeiten F. Winkelmanns erstellt 
  • Obolensky, Dmitri (1971). The Byzantine Commonwealth. Eastern Europe 500–1453 (em inglês). Nova Iorque: Praeger Publishers 
  • Stephenson, Paul (2000). Byzantium's Balkan Frontier: A Political Study of the Northern Balkans, 900–1204. Cambridge, Reino Unido: Cambridge University Press. ISBN 0-521-77017-3 
  • Vlasto, A. P. (1970). The Entry of the Slavs Into Christendom: An Introduction to the Medieval History of the Slavs. Cambridge: Cambridge University Press