Pierre Niney

ator francês

Pierre Niney OAL (pronúncia em francês: ​[pjɛʁ nine]; Boulogne-Billancourt, 13 de março de 1989) é um ator francês. Ele fez sua estreia como ator na minissérie de televisão La dame d'Izieu em 2007, seguida por filmes como LOL (Laughing Out Loud), L'Armée du crime, Les Émotifs anonymes e Comme des frères. Em outubro de 2010, aos 21 anos de idade, Niney tornou-se o membro mais jovem da Comédie-Française.[2] Em 2014, Niney interpretou o designer de moda Yves Saint Laurent no filme biográfico de mesmo nome, pelo qual ele venceu o César de Melhor Ator.[3][4]

Pierre Niney
Niney no Festival de Cannes 2013
Nascimento 13 de março de 1989 (33 anos)
Boulogne-Billancourt, Hauts-de-Seine, France
Filho(a)(s) 2[1]
Ocupação ator
Período de atividade 2007–presente
Prêmios César de melhor ator (2015)

BiografiaEditar

Sua família é de origem judaica sefardita e católica.[5]

FilmografiaEditar

CinemaEditar

Ano Título Papel Notas
2007 Consolation, LaLa Consolation François Curta-metragem
2008 Nos 18 ans Loïc
2008 LOL (Laughing Out Loud) Julien
2009 L'Armée du crime Henri Keltekian
2009 Réfractaire Armand
2009 Folie douce Arnaud Telefilme
2010 L'autre monde Yann
2010 Diamants de la victoire, LesLes Diamants de la victoire Boivin de Bièvre Telefilme
2010 Les Émotifs anonymes Ludo
2010 fonte des glaces, LaLa fonte des glaces Gabriel Curta-metragem
2011 Les Neiges du Kilimandjaro Garçom
2011 J'aime regarder les filles Primo Bramsi Festival de Cinema de Cabourg – revelação masculina[6]

Indicado – César de melhor ator revelação

2012 Comme des frères Maxime Indicado – César de melhor ator revelação
Indicado – Lumière de melhor ator revelação
2013 20 ans d'écart Balthazar Apfel Festival de Cinema de Cabourg – Melhor ator
2014 Yves Saint Laurent Yves Saint Laurent César de melhor ator
Globo de Cristal de melhor ator
Indicado – Lumière de melhor ator
2015 Un homme idéal Mathieu Vasseur
2015 Inside Out Medo Voz
2016 Altamira Paul Ratier
2016 Five Samuel
2016 Frantz Adrien Indicado – César de melhor ator
Indicado – Globo de Cristal de melhor ator
2016 L'Odyssée Philippe Cousteau
2017 La Promesse de l'aube Romain Gary
2018 Sauver ou périr Pasquier
2019 Deux Moi Mathieu Bernard
2020 Amants Simon
2021 OSS 117: Alerte Rouge en Afrique Noire OSS 1001
2021 Boîte noire Mathieu Vasseur
2022 Goliath Frédéric Tellier

TelevisãoEditar

Ano Título Papel Notas
2007 dame d'Izieu, LaLa dame d'Izieu Théo Reis Minissérie; 2 episódios
2010 Marion Mazzano Yann Vérac Elenco principal; 6 episódios
2013 Casting(s) Ele mesmo Elenco principal; cocriador e roteirista
2020 La Flamme Dr. Bruno Juiphe 4 episódios

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Filme Resultado
2012 Plaisir du théâtre[7] Venceu
Prêmio Patrick-Dewaere Comme des frères Indicado
César[8] Melhor ator revelação J'aime regarder les filles Indicado
2013 César Melhor ator revelação Comme des frères Indicado
Lumière Melhor ator revelação Indicado
2014 Prêmio Patrick-Dewaere[9] Yves Saint Laurent Venceu
2015 Lumière Melhor ator Indicado
César[8] Melhor ator Venceu
Globos de Cristal[10] Melhor ator Venceu
2017 Festival de Cinema de Sarlat Melhor interpretação masculina La Promesse de l'aube Venceu
César[8] Melhor ator Frantz Indicado
2022 César Boîte noire Indicado

CondecoraçõesEditar

Referências

  1. «Pierre Niney : la photo craquante de ses filles avec leur mère». Elle (em francês). 8 de julho de 2020. Consultado em 23 de julho de 2022 
  2. Simon, Nathalie; Lutaud, Lena (26 de novembro de 2012). «Pierre Niney, le jeune premier qui ira loin». Le Figaro (em francês). Dassault Group. Consultado em 18 de agosto de 2014 
  3. Sowray, Bibby (8 de janeiro de 2014). «Pierre Berge's praise for YSL biopic». The Daily Telegraph. Consultado em 9 de fevereiro de 2014 
  4. «Juliette Binoche, Marion Cotillard, Kristen Stewart Among France's Cesar Awards Nominees». The Hollywood Reporter. Consultado em 29 de janeiro de 2015 
  5. «Ils ont marqué 2012 : Pierre Niney, le jeune premier». 31 de dezembro de 2012. Consultado em 18 de novembro de 2018. Soixante-huit est passé par là, envoyant par-dessus bord les carcans familiaux, « catho à fond, un peu Paris 16e » du côté maternel, « paysan juif égyptien, croyant » du côté paternel. .
  6. Reboulleau, Laetitia. «Festival du film de Cabourg : le palmarès des journées romantiques !». Marie Claire (em francês). Consultado em 23 de julho de 2022 
  7. «Pierre Niney et Fabrice Luchini, prix Plaisir du théâtre». Le Figaro (em francês). 5 de fevereiro de 2013. Consultado em 23 de julho de 2022 
  8. a b c «Pierre Niney». Académie des César (em francês). Consultado em 23 de julho de 2022 
  9. Pierrette, Maximilien (8 de abril de 2014). «Pierre Niney : "Patrick Dewaere m'a donné envie de faire ce métier"». AlloCiné (em francês). Consultado em 23 de julho de 2022 
  10. Baronnet, Brigitte (14 de abril de 2015). «Globes de Cristal 2015 : Timbuktu et Pierre Niney au palmarès». AlloCiné (em francês). Consultado em 23 de julho de 2022 
  11. «Nomination dans l'ordre des Arts et des Lettres janvier 2015». Ministère de la Culture (em francês). Consultado em 22 de julho de 2022 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Pierre Niney