Pirara é uma região da Guiana localizada em partes dos atuais territórios de Alto Takutu-Alto Essequibo e Potaro-Siparuni, na fronteira com o Brasil. Tem como limites os rios Ireng e Tacutu, a oeste, o rio Rupununi, a leste e sul, e a Serra de Pacaraima, ao norte.

Foi alvo de disputa territorial entre a Inglaterra e o Brasil, a quem pertenceu até 1904. Esse litígio ficou conhecido como a Questão do Pirara, na qual o Brasil perdeu aproximadamente dois terços das terras em disputa. O nome foi dado à região em virtude do rio Pirara, um dos afluentes do Ireng (ou Maú). O território é na sua maior parte coberto por densas florestas e savanas, onde há uma extensa rede hidrográfica e uma profusão de cachoeiras, como Orinduik e Takagka.

A principal cidade é Lethem, na fronteira com o Brasil. A economia da região gira em torno do extrativismo vegetal e mineral e do turismo.

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.