Abrir menu principal
Searchtool.svg
Esta página ou seção foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde julho de 2019). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2017). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Piruka
Informação geral
Nome completo André Filipe de Oliveira
Nascimento 04 de março de 1993 (26 anos)
Local de nascimento Madorna (Cascais)
País Portugal Portugal
Nacionalidade Portuguesa
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Instrumento(s)
Período em atividade 2013–presente


Piruka, nome artístico de André Filipe de Oliveira (Madorna, 4 de Março de 1993), é um rapper português. Cresceu na Madorna, concelho de Cascais.

Os seus maiores êxitos são "Se Eu Não Acordar Amanhã", "Salto Alto", "Não Se Passa Nada", "Vim para ficar", "Só Vim Dizer Yau" e "Não Faz Isso".

Em 2016 e 2017, sem qualquer apoio de uma grande editora (recusou várias ofertas de contratos com grandes gravadoras), obteve centenas de milhares de seguidores no YouTube e Spotify, assim como milhões de reproduções acumuladas nas plataformas de streaming.

Na primavera de 2017, os seus singles "Não Se Passa Nada" e "Se Eu Não Acordar Amanhã" obtiveram ambos o estatuto de disco de ouro em Portugal.

Em maio de 2017, os vídeos do seu álbum de estreia, AClara — lançado no final de 2016 —, já haviam passado mais de 32 milhões de visualizações no YouTube.

Também em 2018, consegue um enorme sucesso com as suas canções "Prova dos 9", "Os meus putxs" (com Khapo) e "Já se passou tudo" (com 1Kilo).

No verão de 2019, lançou os singles "Até já" e "Impossíveis", com uma ótima recepção do público e vários milhões de visualizações no YouTube.

No que se refere à totalidade dos vídeos de Piruka no YouTube, André já ultrapassava, em julho de 2019, os 200 milhões de visualizações.

Piruka cita Sam The Kid como um dos seus ídolos.[1]

Referências

  1. Abreu, Rui Miguel (2 de julho de 2017). «A história de Piruka, o português que vale milhões». Blitz. Consultado em 5 de julho de 2017