Abrir menu principal
VIT-1
Avião
Descrição
Tipo / Missão Ataque ao solo
País de origem  União Soviética
Fabricante Polikarpov
Quantidade produzida 1
Primeiro voo em 1937 (82 anos)
Tripulação 3
Especificações
Dimensões
Comprimento 12,7 m (41,7 ft)
Envergadura 16,5 m (54,1 ft)
Área das asas 40,4  (435 ft²)
Alongamento 6.7
Peso(s)
Peso vazio 4 013 kg (8 850 lb)
Peso carregado 6 453 kg (14 200 lb)
Propulsão
Motor(es) Klimov M-103
Potência (por motor) 960 hp (716 kW)
Performance
Velocidade máxima 530 km/h (286 kn)
Alcance (MTOW) 1 000 km (621 mi)
Teto máximo 8 000 m (26 200 ft)
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 2x canhões 37 mm Sh-37
1x canhão 20 mm ShVAK
1x metralhadora 7.62 mm ShKAS
Bombas Até 1.000 kg (2.200 lb)
Notas
Fonte: Gordon, Soviet Airpower in World War 2

O Polikarpov VIT-1 (em russo: Vozdooshny Istrebitel' Tahnkov — Destruidor de tanques voador) foi um avião bimotor multi-propósito soviético desenvolvido antes da Segunda Guerra Mundial para a Força Aérea Soviética. Um protótipo foi construído em 1937, com armamento extremamente pesado para tarefas de ataque ao solo. Este foi o único avião construído, após ter sido decidido revisar o projeto com motores mais potentes, surgindo então o VIT-2.[1]

DesenvolvimentoEditar

A OKB Polikarpov recebeu a solicitação em 1936, de iniciar o desenvolvimento de uma aeronave bimotora rápida que pudesse ser usada para tarefas de ataque ao solo e como caça pesado. A OKB entregou então a versão de ataque ao solo no ano seguinte para avaliação, apesar de poder ser modificado conforme necessário para outras tarefas. O VIT-1 foi razoavelmente bem-sucedido, mas foi decidida a colocação de motores mais potentes e a modificação de sua estrutura. A aeronave melhorada foi designada VIT-2.[2]

O VIT-1 tinha asa baixa e com uma estrutura mista. A fuselagem monocoque era feita em metades de 'shpon', uma madeira compensada moldada. As estruturas da asa e cauda eram produzidas de uma mistura de tubos de aço e duralumínio com um acabamento de duralumínio. O VIT-1 recebeu as primeiras superfícies de comando de metal da União Soviética.[3] O trem de pouso principal retraía nas naceles dos motores, sendo a bequilha fixa. O nariz era muito envidraçado, dando ao bombardeiro/navegador uma boa visibilidade, sendo armado com um canhão ShVAK de 20 mm e capaz de movimentar-se 10º verticalmente. O atirador traseiro/rádio-operador sentava atrás do piloto em uma torre manual armada com uma metralhadora ShKAS de 7.62 mm. Dois canhões de 37 mm Shpitalnyi Sh-37 eram montados na raiz da asa com canos bem proeminentes. Até 600 kg de bombas poderiam ser carregados internamente na fuselagem ou um par de bombas de 500 kg FAB-500 sob a asa. Utilizou um par de motores Klimov M-103 de 716 kW (960 hp) girando hélices tripás.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Polikarpov VIT-1». www.historyofwar.org. Consultado em 18 de março de 2018. Cópia arquivada em 18 de março de 2018 
  2. a b Gordon, p. 281
  3. Gunston, p. 305

BibliografiaEditar

  • Gordon, Yefim (2008). Soviet Airpower in World War 2. Hinckley, Reino Unido: Midland Publishing. ISBN 978-1-85780-304-4 
  • Gunston, Bill (1995). The Osprey Encyclopaedia of Russian Aircraft 1875–1995. Londres, Reino Unido: Osprey. ISBN 1-85532-405-9 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Polikarpov VIT-1