Abrir menu principal

Protestos no Saara Ocidental em 2010

Os protestos no acampamento Gdeim Izik foram protestos no Saara Ocidental que tiveram inicio em 9 de outubro de 2010 e duraram até novembro daquele ano, com incidentes relacionados que ocorrem na sequência do seu desmantelamento em 8 de novembro. Embora os protestos fossem inicialmente pacíficos, posteriormente foram marcados por confrontos entre civis e forças de segurança. Alguns se referiram aos protestos como a Terceira Intifada Saarauí. [1]

Protestos no Saara Ocidental em 2010
Parte da(o) Conflito do Saara Ocidental
Gdeim-izik.jpg
O acampamento de protesto Gdeim Izik no final de outubro de 2010.
Local Saara Ocidental
Características Manifestações, acampamento de protesto, tumultos
Participantes do conflito
República Árabe Saaráui Democrática manifestantes saarauís Marrocos governo marroquino

O número de mortos, feridos e detidos não eram claros, uma vez que as autoridades marroquinas impediram a entrada à região de jornalistas estrangeiros e dirigentes de ONGs durante várias semanas. A organização Human Rights Watch (HRW), cujo diretor de emergência pode permanecer no país por cinco dias, informou em seu relatório que os únicos dados de falecidos que possuíam eram os números apresentados pelas autoridades marroquinas, que a repressão e tortura dos detidos eram verdadeiras e também os ataques às casas de civis saarauís, tal como estes relataram.[2]

O ativista político Noam Chomsky sugeriu que os protestos no acampamento Gdeim Izik constituíram o início da Primavera Árabe, [3][4] considerado tradicionalmente como iniciado com a autoimolação de Mohamed Bouazizi na Tunísia em 17 de dezembro de 2010. [5][6][7][8]

Referências

  1. Elliana Bisgaard-Church. Sahrawis campaign for independence in the second intifada, Western Sahara, 2005-2008. "In what has been called the beginning of the third Sahrawi intifada, on 9 October 2010 activists created Gdeim Izik camp in al-‘Ayun as a form of protest against Moroccan occupation." 27 November 2011.
  2. «Human Rights Watch confirma la cifra de muertos reconocida por Marruecos». El País 
  3. «"The Genie Is Out of the Bottle": Assessing a Changing Arab World with Noam Chomsky and Al Jazeera's Marwan Bishara». Democracy Now!. 17 de fevereiro de 2011 
  4. Bernabé López García (7 de fevereiro de 2011). «Las barbas en remojo». El País 
  5. Engelhart, Katie (27 de maio de 2011). «Why We Should Prepare for the Arab Spring to Fail». The Huffington Post 
  6. Mayer, Catherine (24 de abril de 2011). «The Slap that Triggered the Arab Spring "Was Impossible"». Time. TIME Magazine 
  7. McLaughlin, Eliot (26 de abril de 2011). «Collective courage fuels protests across Arab world». CNN 
  8. Day, Elizabeth (15 de maio de 2011). «The slap that sparked a revolution». The Guardian. London. The Observer