Psamético I fazendo uma oferenda para .

Psamético I ou Psamtek I (690 a.C.610 a.C.) foi um faraó egípcio da XXVI dinastia egípcia foi filho de Necho I "Menkheper-rá", faraó do Egito e de Istemabet. Casou-se com Méhétenweskhèt e foi pai de Necho II "Wahemib-rá" do Egito.

Rebelou-se contra o rei assírio Assurbanípal, obtendo sucesso e, portanto, conseguindo a libertação da nação egípcia. Iniciou o período de renascimento econômico, social e cultural. Ele mesmo estabeleceu a capital em Saís, ao invés de Tebas.

Índice

EstátuaEditar

 
O torso da estátua.

Em 9 de março de 2017 arqueólogos egípcios e alemães descobriram uma estátua colossal de 7,9 metros (26 pés) de altura em Heliópolis, no Cairo. Feita de quartzito, foi encontrada em estado fragmentado, com o busto, a parte inferior da cabeça e a coroa submersa na água subterrânea.[1] Inicialmente, pensava-se que a estátua era de Ramsés II, que governou 600 anos antes, porque foi encontrada perto das ruínas de um templo dedicado a este faraó. Mas relatórios posteriores levaram à conclusão de que é realmente Psamético I, devido a gravuras encontradas que mencionam um dos nomes do faraó na base da estátua.[2][3][4][5]

TitulaturaEditar

Nome de Sa-Rá
Hieroglifo
   
 
 
 
 
   
 
 
Transliteração Psmṯk
Transliteração (ASCII) Psam.tk
Transcrição Psametek
Tradução Psamético I
Nome de Nesut-bity
Hieroglifo
 
 
     
 
Transliteração Wȝḥ-jb-Rˁ
Transliteração (ASCII) WAh-ib-ra
Transcrição Wahi-ibi-rá
Tradução "Duradouro é o coração de "

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar

Precedido por
Necho I
Faraó
XXVI dinastia
Sucedido por
Necho II
  Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.