Raoul Dautry

Raoul Dautry
Nascimento 16 de setembro de 1880
Montluçon
Morte 21 de agosto de 1951 (70 anos)
Lourmarin
Cidadania França
Alma mater Escola Politécnica
Ocupação político, ministro, engenheiro
Prêmios Grande Oficial da Legião de Honra

Raoul Dautry (Montluçon, 16 de setembro de 1880 – Lourmarin, 21 de agosto de 1951) foi um engenheiro e homem político francês.

CarreiraEditar

Depois dos estudos na Escola politécnica entra na Compagnia de caminhos de ferro do Norte. Entre 1928 e 1937 é director geral da administração dos caminhos de ferro do estado. Aquando da criação da Sociedade nacional dos caminhos de ferro (SNCF) em 1938 é nomeado para o conselho de administração.

Na Liberação de Paris é nomeado ministro da Reconstrução e do Urbanismo pelo Governo provisório da República Francesa (GPRF) do General de Gaulle entre 1944 e 1946. Mais tarde toma as funções de administrador geral do Comissariado à energia atómica (CEA) e é ele que escolhe a localização do sítio em Saclay, França.[1]

CERNEditar

Conjuntamente com Pierre Auger, e durante uma reunião em Genebra em 1950, unirão os seus contactos para uma tomada de uma decisão importante. É por essa ocasião que se precisa a criação de um laboratório de física de partículas baseado num grande acelerador. No artigo que assina a 7 de Dezembro de 1950, "Vers un Fonds européen de la Recherche scientifique" [1] - [2] é evidente o conceito de tal laboratório.

Torna-se assim um dos pais fundadores do então Conselho Europeu para Pesquisa Nuclear (CERN), a actual Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, conjuntamente com Pierre Auger, François de Rose e Lew Kowarski pela França, Edoardo Amaldi pela Itália e Niels Bohr pela Dinamarca.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Naissance du CERN - Setembro 2011
  2. Bulletin du Centre Européen de Culture, 1975, 4, pp 14-17, segundo a ref. "Naissance du CERN"
  3. Pères fondateurs

BibliografiaEditar

  • Raoul Dautry, Du rail à l'atome, Vladimir Halpérin, Fayard 1997.