Abrir menu principal

Wikipédia β

Rated R: Remixed

álbum de Rihanna

Rated R: Remixed (estilizado como Rated R /// Remixed) é o segundo álbum de remisturas da cantora barbadense Rihanna, lançado a 8 de maio de 2010 em formato digital no Brasil, Portugal e Estados Unidos através da Def Jam Recordings. Contém remisturas das faixas do quarto álbum de estúdio de 2009 Rated R. As canções foram remisturas com produção adicional por Chew Fu, em que a maioria das edições foram remasterizadas com influência do género estilístico house music, além de incorporar o uso de sintetizadores como parte do seu instrumental.[1]

Rated R: Remixed
Álbum de remisturas de Rihanna
Lançamento 8 de maio de 2010 (2010-05-08)
Gênero(s)
Duração 51:48
Formato(s)
Editora(s) Def Jam
Produção Chew Fu, Chase & Status, Chuck Harmony, Ne-Yo, Tricky Stewart, The-Dream, StarGate, will.i.am, Paperboy, Rob Swire, Brian Kennedy
Cronologia de Rihanna

A compilação recebeu uma crítica mista pelo editor Jean Goon do MSN Entertainment. Goon prezou Chew Fu pela remistura de algumas melodias sombrias que as transformou em canções orientadas para discotecas, mas concluiu que não era nada memorável. Comercialmente, o disco atingiu a 156.ª posição na Billboard 200 e a sexta na Dance/Electronic Albums. Na Coreia do Sul, o melhor lugar ficou registado no número trinta e cinco através da South Korea Gaon International Chart, além de ter sido o quarto trabalho mais vendido na lista da Grécia. Nos Estados Unidos, o projeto vendeu mais de 13 mil cópias até à data.[2]

Índice

Antecedentes e lançamentoEditar

 
Rihanna a interpretar "Russian Roulette", primeiro single de Rated R que recebeu remistura.

Após o lançamento de Rated R, na primeira semana nos Estados Unidos vendeu 181 mil cópias, com estreia na quarta posição da tabela musical Billboard 200, superando os resultados obtidos pelo seu trabalho anterior, Good Girl Gone Bad.[3] Mundialmente, vendeu mais de três milhões de cópias.[4] Depois do desempenho comercial positivo dos singles "Russian Roulette", "Hard" e "Rude Boy", a Def Jam Recordings confirmou a 14 de abril de 2010 que Rihanna iria editar o seu segundo álbum de remisturas intitulado Rated R: Remixed,[5] sucedendo ao de estreia Good Girl Gone Bad: The Remixes em janeiro de 2009.[6] O trabalho foi anunciando como algo que os fãs pudessem usufruir como ponto entre a digressão que na altura estava a decorrer Last Girl on Earth Tour e o quinto disco de originais da cantora, Loud, que ainda não tinha sido lançado.[5][7] O projeto foi exclusivamente remisturado pelo produtor e DJ nascido em Nova Iorque, Chew Fu.[7] Embora o alinhamento do disco base consistisse em treze faixas, Rated R: Remixed apresentou apenas dez delas; "Cold Case Love", "The Last Song" e "Te Amo" não foram trabalhadas por Fu e consequentemente não foram incluídas no alinhamento final.[5][7] O lançamento ocorreu a 8 de maio de 2010 no Brasil, Portugal, Suécia e Suíça através da iTunes Store em descarga digital,[8][9][10][11] e mais tarde em formato físico a 20 do mesmo mês em Portugal e 1 de junho no Brasil.[12][13]

Estilo musical e receção da críticaEditar

 
Demonstração de 25 segundos de "G4L (Chew Fu Guns in the Air Fix)", uma das canções originalmente hip-hop que foram trabalhadas por Fu para se assemelhar à sonoridade do disco.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Rated R: Remixed deriva de origens estilísticas de house e dance.[14] "Russian Roulette", "Photographs", "Rude Boy" e "Stupid in Love" contêm "batidas pesadas de eletrónica e de sintetizadores.[14] "Wait Your Turn", originalmente uma canção hip-hop e dubstep,[15][16] foi remasterizada para providenciar influências house.[14] "Stupid in Love", originalmente uma balada de R&B[17][18] e pop,[19] também foi trabalhada para igualar a sonoridade do disco.[14] Jean Goon do portal MSN Entertainment fez uma análise mista da vertente do projeto, atribuindo duas estrelas e meia de cinco possíveis.[14] Goon foi cortês no seu pensamento de como Fu tinha alterado algumas das músicas mais sombrias para as tornar "cativantes, e com toques alegres".[14] O crítico observou que "Photographs" tinha sofrido uma transformação, realçando que a composição complementava a performance vocal de Rihanna[14] e em relação a "Stupid in Love", descreveu como uma remistura "elegante o suficiente para ser reproduzida numa butique ou café".[14]

Contudo, Goon criticou negativamente a produção de "Russian Roulette", escrevendo que Fu parecia ter-se "deixado levar um pouco" e criticou-o por aplicar batidas eletrónicas para cada música, e nem todas precisavam delas, afirmando ainda que era uma "perda de tempo escutar".[20][14] Em relação a "Rude Boy", um tema originalmente dançante que incorpora elementos de dancehall, ragamuffin,[21][22] R&B e pop, Jean salientou que a produção de Fu era uma tentativa de "superar o já animado original". [14] O profissional concluiu que embora algumas das remisturas "não fossem muito más de ouvir", não havia faixas que se destacassem ou fosse memoráveis, finalizando que alguns até "pareciam fortemente distorcidos pelos sintetizadores eletrónicos que pareciam competir pela nossa atenção, invés de complementarem os vocais da cantora".[14]

Alinhamento de faixasEditar

N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Mad House" (Chew Fu Straight Jacket Fix) Makeba Riddick, Will Kennard, Saul Milton, Robyn Fenty Chase & Status (remistura e produção adicional por Chew Fu) 2:12
2. "Russian Roulette" (Chew Fu Black Russian Fix) Shaffer Smith, Charles Harmon Chuck Harmony, Ne-Yo (remistura e produção adicional por Chew Fu) 5:55
3. "Rockstar 101" (com Slash) (Chew Fu Teachers Pet Fix) Terius Nash, Christopher Stewart, Robyn Fenty Tricky Stewart, The-Dream (remistura e produção adicional por Chew Fu) 4:27
4. "Wait Your Turn" (Chew Fu Black Russian Fix) James Fauntleroy II, Mikkel S. Eriksen, Tor Erik Hermansen, Kennard, Milton, Takura Tendayi, Robyn Fenty StarGate, Chase & Status (remistura e produção adicional por Chew Fu) 3:46
5. "Photographs" (com will.i.am) (Chew Fu 35mm Fix) William Adams, Jean Baptiste, Michael McHenry, Allan Pineda will.i.am, Paper Boy (remistura e produção adicional por Chew Fu) 5:59
6. "Rude Boy" (Chew Fu Vitamin S Fix) Eriksen, Hermansen, Ester Dean, Riddick, Rob Swire, Fenty StarGate, Rob Swire (remistura e produção adicional por Chew Fu) 5:41
7. "Hard" (com Jeezy) (Chew Fu Granite Fix) Terius Nash, Christopher Stewart, Fenty, Jay Jenkins Tricky Stewart, The-Dream (remistura e produção adicional por Chew Fu) 5:27
8. "G4L" (Chew Fu Guns in the Air Fix) Kennard, Milton, Fauntleroy II, Fenty Chase & Status (remistura e produção adicional por Chew Fu) 5:25
9. "Fire Bomb" (Chew Fu Molotov Fix) Fauntleroy II, Brian Kennedy, Fenty Brian Kennedy (remistura e produção adicional por Chew Fu) 6:58
10. "Stupid in Love" (Chew Small Room Fix) Smith, Eriksen, Hermansen StarGate, Ne-Yo (remistura e produção adicional por Chew Fu) 5:32
Duração total:
51:48

Desempenho nas tabelas musicaisEditar

Na Coreia do Sul, através da tabela musical South Korea Gaon International Chart, o trabalho registou a 35.ª como melhor posição atingida[23] e na Grécia atingiu a quarta na segunda edição da lista.[24] Nos Estados Unidos, Rated R: Remixed estreou na 156.ª posição na tabela musical Billboard 200 a 12 de junho de 2010, permanecendo apenas por uma semana.[25] Na Dance/Electronic Albums debutou em sexto lugar,[26] com uma permanência de onze semanas. O disco também chegou a número 33 na Billboard R&B/Hip-Hop Albums em junho de 2010. Em julho de 2010, o álbum tinha vendido 13 mil unidades de acordo com a Nielsen SoundScan.[27]

PosiçõesEditar

Tabela musical (2010) Melhor
posição
  Coreia do Sul - South Korea Gaon International Chart[23] 35
  Grécia - Greek Albums Chart[24] 4
  Estados Unidos - Billboard 200[25] 156
  Estados Unidos - Billboard Dance/Electronic Albums[26] 6
  Estados Unidos - Billboard R&B/Hip-Hop Albums[28] 33

CréditosEditar

O álbum atribui os seguintes créditos:[29]

Histórico de lançamentoEditar

Rated R: Remixed foi lançado em formato digital a 8 de maio de 2010 no Brasil, Finlândia e Portugal. Neste último, a 20 do mesmo mês foi editada a versão física do trabalho e um dia depois na Alemanha e nos Estados Unidos.

País Data Formato Editora discográfica
  Brasil[8] 8 de maio de 2010 Descarga digital Universal Music
  Finlândia[30]
  Portugal[9]
  Suécia[10]
  Suíça[11]
  Portugal[12] 20 de maio de 2010 CD
  Alemanha[31] 21 de maio de 2010
  Reino Unido[32] 25 de maio 2010 Mercury
  Estados Unidos[33] Def Jam
  Brasil[13] 1 de junho 2010 Universal Music

Referências

  1. Keith Caulfield (2 de Dezembro de 2009). «Susan Boyle Sees 'Dream' Soar To No. 1 On Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  2. Keith Caulfield (2 de Dezembro de 2009). «Susan Boyle Sees 'Dream' Soar To No. 1 On Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  3. Keith Caulfield (2 de Dezembro de 2009). «Susan Boyle Sees 'Dream' Soar To No. 1 On Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  4. «What's New at SRP» (em inglês). SRP Music Group. Consultado em 22 de Agosto de 2012. Cópia arquivada em 6 de Março de 2012 
  5. a b c «Rihanna sets date for Rated R Remixed» (em inglês). Rap-Up. 14 de Abril de 2010. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  6. «Rihanna Kicks Off '09 with a Bang» (em inglês). Rap-Up. 31 de Dezembro de 2008. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  7. a b c Robbie Daw (29 de Abril de 2010). «Rihanna's 'Rated R' Gets Remixed» (em inglês). Idolator. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  8. a b «Rated R: Remixed de Rihanna». iTunes Store. Consultado em 22 de Março de 2012 
  9. a b «Rated R: Remixed by Rihanna». iTunes Store. Consultado em 22 de Março de 2012 
  10. a b «Rated R: Remixed by Rihanna» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 22 de Março de 2012 
  11. a b «Rated R: Remixed by Rihanna» (em alemão). iTunes Store. Consultado em 22 de Março de 2012 
  12. a b «Rated R: Remixed». CDGO. Consultado em 2 de fevereiro de 2016 
  13. a b «Versão remix do "Rated R", álbum da Rihanna, será lançado no Brasil». POPLine. Consultado em 6 de Maio de 2010. Cópia arquivada em 23 de julho de 2012 
  14. a b c d e f g h i j k Jean Goon (7 de Junho de 2010). «Music Review: Rihanna – Rated R Remixed» (em inglês). MSN, Microsoft. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  15. «Rihanna Song Leaks, Interview Set For This Week» (em inglês). Billboard. 2 de Outubro de 2009. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  16. Nick Levine (23 de Outubro de 2009). «Rihanna: 'Rated R'» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  17. Will Hines (19 de Outubro de 2009). «Album Review: Rihanna – Rated R» (em inglês). Consequence of Sound. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  18. Nathan Slavik. «Rihanna – Rated R» (em inglês). DJ Booth. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  19. Rob Harvilla (24 de Outubro de 2009). «Review: Rated R» (em inglês). The Village Voice. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  20. Keith Caulfield (2 de Dezembro de 2009). «Susan Boyle Sees 'Dream' Soar To No. 1 On Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  21. Nick Levine (18 de Março de 2010). «Rihanna: 'Rude Boy'» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  22. Ann Powers (23 de Novembro de 2009). «Album review: Rihanna's 'Rated R'» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 22 de Agosto de 2012 
  23. a b «다운로드 순위집계 : 온라인 음원 다운로드 수» (em coreano). Gaon Chart. Consultado em 5 de Dezembro de 2011. Cópia arquivada em 3 de Dezembro de 2011 
  24. a b «Rihanna - Rated R: Remixed» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 22 de Março de 2012. Cópia arquivada em 27 de março de 2013 
  25. a b «Rihanna - Chart History » Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 22 de Março de 2012 
  26. a b «Rihanna - Chart History » Dance/Electronic Albums» (em inglês). Billboard. Consultado em 22 de Março de 2012 
  27. Gary Trust (23 de Julho de 2010). «Ask Billboard: Rating Rihanna» (em inglês). Billboard. Consultado em 19 de Março de 2012 
  28. «Rihanna - Chart History » R&B/Hip-Hop Albums» (em inglês). Billboard. Consultado em 13 de Fevereiro de 2012 
  29. «Rated R: Remixed » Credits» (em inglês). AllMusic. Consultado em 22 de Novembro de 2012 
  30. «Rated R: Remixed by Rihanna» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 22 de Março de 2012 
  31. «Rated R: Remixed» (em alemão). Amazon. Consultado em 22 de Março de 2012 
  32. «Rihanna announces remix album details» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 21 de Maio de 2010 
  33. «Rated R: Remixed» (em inglês). Amazon. Consultado em 6 de Maio de 2010