Referendo sobre a independência da Nova Caledônia em 1987

Em 13 de setembro de 1987, foi realizado um referendo sobre a independência da Nova Caledônia.[1] Os eleitores tiveram a opção de permanecer parte da França ou se tornar um país independente. Apenas 1,7% votaram a favor da independência.

AntecedentesEditar

Por uma votação de 325 a 249, o Parlamento francês aprovou uma lei em 15 de abril de 1984 para a realização de um referendo sobre a independência da Nova Caledônia.[1] No entanto, o governo francês rejeitou o envolvimento de observadores da Organização das Nações Unidas.[1] Movimentos de independência, incluindo os canacos e a Frente Nacional de Libertação Socialista boicotaram o referendo.[1]

PerguntaEditar

A pergunta para o referendo foi:

Voulez-vous que la Nouvelle-Calédonie accède à l'indépendance ou demeure au sein de la République française ?

1. Je veux que la Nouvelle-Calédonie accède à l'indépendance.

2. Je veux que la Nouvelle-Calédonie demeure au sein de la République française.

Traduzindo para o português:

"Você quer que a Nova Caledônia se torne independente ou permaneça na República Francesa?"

"1. Eu quero que a Nova Caledônia ganhe independência."

"2. Eu quero que a Nova Caledônia permaneça na República Francesa."

ResultadosEditar

Escolha Votos %
França 48 611 98,30
Independência 842 1,70
Votos inválidos/branco 797
Total 50 250 100
Eleitores registrados/participação 85 022 59,10
Fonte: Direct Democracy

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d New Caledonia (France), 13 September 1987: Status Direct Democracy (em alemão)