Reforma Universitária de Córdoba

A Reforma Universitária de Córdoba, também conhecida como Reforma Universitária de 1918, foi um movimento estudantil que se iniciou na Universidade Nacional de Córdoba (Argentina) em 1918 que deu direito a todos fazerem universidade sem concurso no país.[1]

Estudantes tomam a Universidade de Córdoba e içam a bandeira da Argentina.

O ensaio que deu origem a Reforma Universitário de Córdoba foi produzido por estudantes da Universidade Nacional de Córdoba, que viam a instituição e na cidade um atraso em relação ao ideal de modernização do país e uma contraposição a cidade de Buenos Aires, representante dessa modernidade. O documento, chamado La Juventude Argentina de Córdoba a los Hombres Libres de Sudaméricas, pode ser encontrado no site da CLACSO (Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales).

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

FREITAS NETO, José Alves de. "A reforma universitária de Córdoba (1918): um manifesto por uma universidade latino-americana." Revista Ensino Superior Unicamp: jun (2011). [1]

FUBA, La juventude argentina de Córdoba a los hombres libres de sudamérica (minifesto de 21 de junio de 1918). Buenos Aires, CLACSO, 2008. http://biblioteca.clacso.edu.ar/clacso/gt/20101109083227/20juve.pdf. Acesso em 07/08/2020.

Ligações externasEditar

"Da Juventude Argentina de Córdoba aos homens livres da América do Sul" [Manifesto de Córdoba], 21 de junho de 1918 [2]

  Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.