A ilha Rennel, de nome nativo Mugaba, é a ilha mais austral do arquipélago das Ilhas Salomão, na província de Rennell e Bellona, localizada aproximadamente a 180 km a sul de Guadalcanal a 11°39'-11°43' S, 160°18'-160°20' E. A parte sueste da ilha de Rennell, conhecida como Rennell Oriental é um antigo atol que, devido a movimentos tectónicos se tornou emerso e foi inscrita pela UNESCO, em 1998, na lista dos locais que são Património da Humanidade.

Rennell
Mugaba
Rennell está localizado em: Ilhas Salomão
Rennell
Localização nas Ilhas Salomão
Coordenadas: 11° 40' S 160° 10' E
Rennell Islands map en.png
Ilhas Rennell e Bellona, Ilhas Salomão
Geografia física
País Ilhas Salomão
Arquipélago Ilhas Salomão
Área 660,1  km²
Geografia humana
População 1500 (2000)
LakeTeganoRennell.jpg
O lago Tegano em Rennell

As Ilhas Salomão são um grupo de ilhas vulcânicas formadas sobre uma crista oceânica em expansão entre o Cretáceo Superior e o Eoceno inferior. Nessa época, surgiu uma zona de convergência entre duas placas tectónicas (a Placa Australiana e a Placa do Pacífico) a sul da principal cadeia das Ilhas Salomão. Perto do final do Pleistoceno, os movimentos das placas levantaram o fundo do oceano o suficiente para permitir o desenvolvimento de recifes de coral na área onde actualmente se encontram as ilhas Bellona e Rennell e os "Recifes Indispensáveis" ("Indispensable Reefs"). Estas ilhas são, portanto, geologicamente mais jovens que as restantes ilhas do arquipélago e têm sofrido forças de emergência alternadas. Ambas se encontram suficientemente afastadas da zona de colisão entre as placas e possuem um baixo grau de actividade sísmica.

Estes movimentos criaram a área de Rennell Oriental, que é um antigo atol emerso que contem um lago, o Lago Tegano, com uma área de 15,5 mil hectares, que era a laguna original.

Entre os anos 2000 e 1600 antes da nossa era, apareceram nestas ilhas pessoas da Cultura Lapita que, ao longo de um milénio, através de viagens de canoa, distribuíram a sua cerâmica bem distinta por todo o Oceano Pacífico, desde o arquipélago de Bismarck na parte oriental da Papua-Nova Guiné até à Samoa. A ilha Bellona foi ocupada durante algum tempo pelos Lapita cerca do ano 1000 aC. A ocupação seguinte ocorreu por volta de 130 a.C., e outra cerca do ano 1000 da nossa era. Os habitantes actuais acreditam que os seus antepassados chegaram a Bellona há 26 gerações, por volta do ano 1400, provenientes de Uvea ou Wallis no grupo Wallis e Futuna.

Pensa-se que as duas ilhas foram "oficialmente descobertas" em 1793 pelo Capitão Boid, no navio mercante Bellona. Durante o século XIX, vários comerciantes, pescadores de baleias e recrutadores para as plantações de cana-de-açúcar de Queensland, na Austrália, vieram a estas ilhas mas, por falta dum ancoradouro seguro, do isolamento e infertilidade das ilhas, nunca se estabeleceram aqui europeus permanentemente.

Rennell OrientalEditar

 Ver artigo principal: Rennell Oriental

Rennell Oriental (East Rennell) é um antigo atol que, devido a movimentos tectónicos se tornou emerso e contém um lago, o lago Tegano (Te Nggano), com uma área de 15,5 mil hectares. Localizada numa região tropical do Oceano Pacífico, a ilha de Rennell está coberta de floresta densa em que as copas das árvores têm uma média de 20 m de altura. A região possui muitas espécies endémicas, encontra-se sob a influência de fortes pressões climáticas, formando um “laboratório” natural e os seus recursos são propriedade da comunidade, que adotou formas tradicionais de gestão. Encontra-se classificado pela UNESCO na sua lista de Património Mundial.

Referências