Abrir menu principal

Resultados da primeira fase da Copa Libertadores da América de 2016

A primeira fase da Copa Libertadores da América de 2016 foi disputada entre 2 e 11 de fevereiro.[1][2] Os vencedores de cada chave se juntaram as outras equipes da segunda fase, disputada no sistema de grupos.

Nessa primeira fase, as equipes se enfrentaram em jogos eliminatórios de ida e volta, classificando-se as que somasse mais pontos. Em caso de igualdade em pontos, o saldo de gols e, depois, a regra do gol fora de casa seria utilizada como regra de desempate. Persistindo ainda o empate, a vaga seria definida na disputa por pênaltis.[3]

ResultadosEditar

Equipe 1 realizou a partida de ida em casa.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
G1 Oriente Petrolero   1–6   Santa Fe 1–3 0–3
G2 Huracán   2–2 (gf)   Caracas 1–0 1–2
G3 Puebla   2–3   Racing 2–2 0–1
G4 River Plate   2–0   Universidad de Chile 2–0 0–0
G5 Independiente del Valle   2–2 (gf)   Guaraní 1–0 1–2
G6 Universidad César Vallejo   1–2   São Paulo 1–1 0–1

Todas as partidas estão no horário local.

Chave G1Editar

4 de fevereiro Oriente Petrolero   1 – 3   Santa Fe Estádio Ramón Tahuichi Aguilera, Santa Cruz
20:45 (UTC−4)
Castillo   77' Relatório Ibargüen   22',   40'
Mina   54'
Público: 14 500
Árbitro:  BRA Péricles Cortez

11 de fevereiro Santa Fe   3 – 0   Oriente Petrolero Estádio El Campín, Bogotá
19:45 (UTC−5)
Mina   32',   38'
Otero   73'
Relatório Público: 16 000
Árbitro:  PER Víctor Carrillo

Chave G2Editar

2 de fevereiro Huracán   1 – 0   Caracas Estádio Tomás Adolfo Ducó, Buenos Aires
19:30 (UTC−3)
González   74' Relatório Público: 14 000
Árbitro:  CHI Patricio Polic

9 de fevereiro Caracas   2 – 1   Huracán Estádio Olímpico da UCV, Caracas
20:15 (UTC−4:30)
Quijada   45'
Arango   83'
Relatório Mendoza   90+1' Público: 6 834
Árbitro:  PAR Enrique Cáceres

Chave G3Editar

3 de fevereiro Puebla   2 – 2   Racing Estádio Cuauhtémoc, Puebla
20:15 (UTC−6)
Alustiza   2',   53' (pen) Relatório Bou   13'
Noir   73'
Público: 15 000
Árbitro:  URU Daniel Fedorczuk

10 de fevereiro Racing   1 – 0   Puebla Estádio El Cilindro, Avellaneda
21:45 (UTC−3)
Bou   74' Relatório Público: 35 000
Árbitro:  BRA Ricardo Marques

Chave G4Editar

2 de fevereiro River Plate   2 – 0   Universidad de Chile Estádio Domingo Burgueño, Maldonado
21:45 (UTC−3)
Santos   61' (pen)
Herrera   71' (g.c.)
Relatório Público: 6 000
Árbitro:  ARG Patricio Loustau

9 de fevereiro Universidad de Chile   0 – 0   River Plate Estádio Nacional, Santiago
19:30 (UTC−3)
Relatório Público: 30 000
Árbitro:  ECU Carlos Vera

Chave G5Editar

4 de fevereiro Independiente del Valle   1 – 0   Guaraní Estádio Rumiñahui, Sangolquí
17:30 (UTC−5)
Caicedo   28' Relatório Público: 7 000
Árbitro:  VEN Juan Soto

11 de fevereiro Guaraní   2 – 1   Independiente del Valle Estádio Defensores del Chaco, Assunção
19:30 (UTC−3)
Palau   61'
López   80'
Relatório Jo. Angulo   76' Público: 5 000
Árbitro:  ARG Mauro Vigliano

Chave G6Editar

3 de fevereiro Universidad César Vallejo   1 – 1   São Paulo Estádio Mansiche, Trujillo
18:45 (UTC−5)
Hohberg   19' Relatório Calleri   65' Público: 18 000
Árbitro:  ECU Roddy Zambrano

10 de fevereiro São Paulo   1 – 0   Universidad César Vallejo Estádio do Pacaembu, São Paulo
21:45 (UTC−2)
Rogério   87' Relatório Público: 32 567
Árbitro:  URU Christian Ferreyra

Referências

  1. «Bridgestone Libertadores: datas e horários definidos». CONMEBOL. 5 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2016 
  2. «Brasileiros conhecem rivais na Taça Libertadores; confira os grupos». GloboEsporte.com. 22 de dezembro de 2015. Consultado em 23 de dezembro de 2015 
  3. «Copa Libertadores de America - Reglamento 2016» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 14 de abril de 2016 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar