Abrir menu principal
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Club Guaraní é um clube de futebol paraguaio fundado em 12 de outubro de 1903, na cidade de Assunção. Manda seus jogos no Estádio Rogelio Livieres, com capacidade para oito mil pessoas. Já ganhou onze campeonatos paraguaios.

Guaraní
Guarani-PAR 2018.png
Nome Club Guaraní
Alcunhas El Cacique (O Cacique)
El Aborígen (O Aborígene)
Aurinegros (Os Aurinegros)
Fundação 12 de outubro de 1903 (116 anos)
Estádio Rogelio Livieres
Capacidade 8.000 pessoas
Presidente Paraguai Juan Alberto Acosta
Treinador Paraguai Francisco Burgo
Patrocinador Luxemburgo Tigo
Estados Unidos Coca-Cola
Material (d)esportivo Paraguai Saltarín Rojo
Website http://www.clubguarani.com.py/
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

É o segundo clube mais velho do futebol paraguaio. Fundado com o nome "Fútbol Club Guaraní", seu primeiro presidente foi Juan Patri. O nome do clube deriva da tribo Guaraní, uma grande parte da cultura e história paraguaia.

HistóriaEditar

O Guaraní é um dos mais tradicionais times do futebol Paraguaio e durante sua história eles venceram 11 campeonatos paraguaios e foram vice-campeões em 16 oportunidades. O melhor momento do clube foi na década de 60, onde conquistaram três títulos, sendo considerada como a "Década de Ouro" pelos torcedores.

Em 2009 o Guaraní participou da Taça Libertadores da América, caindo no mesmo grupo do Boca Juniors, infelizmente não somou nenhum ponto e assim sendo desclassificado da taça.

Em destaque é a categoria de base da equipe aborígen que todos os anos joga campeonato pela Itália, Suíça, Espanha, Uruguai e até mesmo pelo Brasil, revelando muitos garotos para a equipe profissional e até mesmo para outros clubes que é o caso do Jorge Benítez atacante de 20 anos, Nildo Viera, também atacante de 19 anos, Beto de la Cruz volante 21 anos e o brasileiro Virgílio Pinto meia-atacante que se destacou na base do Guaraní, mas não teve oportunidade no profissional sendo assim foi buscar o seu espaço em seu país hoje está no América de Natal-RN (Brasil).

Libertadores 2015: Eliminação do CorinthiansEditar

Em 2015, participou novamente da Taça Libertadores da América se classificando para as oitavas de final em segundo no seu grupo. Na segunda fase eliminou o Corinthians na Arena Corinthians, diante de quase 40 mil torcedores corinthianos. [1] Em seguida, eliminou o Racing, da Argentina, em pleno Estádio El Cilindro, e chegou, pela primeira vez, às semifinais da competição.[2]

TítulosEditar

NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Paraguaio 11 1906, 1907, 1921, 1923, 1949, 1964, 1967, 1969, 1984, 2010 (A) e 2016 (C).
  Copa do Paraguai 1 2018

Campanhas de destaqueEditar

INTERNACIONAIS
Competição Posição Temporadas
Copa Libertadores da América semi-finais 2015

TorcidaEditar

A "Raza Aurinegra" foi fundada em 18 de janeiro de 1999 e surgiu graças a um grupo de amigos que se reuniu em um local do clube e formou um pequeno grupo para apoiar o clube.

CoresEditar

As cores do clube, preto e amarelo, foram propostas pelos irmãos Melina (também estavam entre os fundadores do clube) em referência as cores do Peñarol do Uruguai, onde os irmãos Melina jogaram por alguns anos.

ClássicoEditar

Contra o Club Olimpia, o Guaraní disputa o "Clássico Añejo" (o clássico mais antigo) por serem os dois clubes mais antigos do Paraguai. Ao lado do rival, são os únicos clubes paraguaios que nunca atuaram na segunda divisão.

ParceriaEditar

No dia 9 de dezembro de 2011 foi decretado parceria com o Botafogo de Futebol e Regatas para que os atletas de base dos dois clubes sejam observados para surgir novas promessas paraguaias e brasileiras

Elenco atualEditar

  Última atualização: 06 de agosto de 2018.


Goleiros
N.º Jogador
1   Víctor Centurión
12   Ignacio Don
25   Gabriel Perrotta
99   Antonio Franco
Defensores
N.º Jogador Pos.
2   Robert Rojas Z
5   Julio Cáceres   Z
15   Andrés Imperiale Z
18   Luis Cabral Z
'   Ismael Benegas Z
17   Luis de la Cruz LD
26   Mario Saldívar LD
4   Miguel Benítez LE
13   Gillermo Benítez LE
14   Tomás Bartoméus LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
6   Jrge Mendoza V
12   Ramón Martínez V
15   Ezequiel Videla V
8   Jorge Morel M
10   Alberto Contrera M
28   Rodrigo Bogarín M
'   Gino Guerrero M
Atacantes
N.º Jogador
7   Rodolfo Gamarra
9   Pablo Velázquez
11   Epifanio Garcia
19   Brahian Ayala
24   Antonio Marín
30   José Ortigoza
32   Gaona Lugo
34   Gabriel Esparza
Comissão técnica
Nome Pos.
  Francisco Arce T
Legenda
  •   : Capitão
  •   : Jogador lesionado/contundido
  •   : Jogador suspenso

TransferênciasEditar

Jogadores destacadosEditar

Esta é uma lista de jogadores de destaque que já passaram pelo Guaraní:

TreinadoresEditar

Esses são os principais treinadores:

Referências

  1. «Ficha técnica: Corinthians 0 x 1 Guaraní». Terra. 14 de maio de 2015. Consultado em 15 de maio de 2015 
  2. Chocó con un muro

Ligações ExternasEditar

   Este artigo sobre clubes de futebol paraguaios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Club Guaraní