Revista Nova (1901)


Revista Nova publicou-se em Lisboa entre abril de 1901 e janeiro de 1902 , num total de 8 edições, com destaque para a figura de Ilídio Analide da Costa como editor permanente durante a sua publicação. Tratou-se de uma publicação de índole literária e artística, em cujas rubricas existem espaços dedicados a prosa e poesia, crítica de livros e teatros e, de forma especial “A Espanha Artística” onde se podem ler algumas reproduções no idioma original de escritores como Juan Ramón Jiménez, Rubén Darío e Miguel de Unamuno. Na extensa lista de colaboradores figuram os nomes de: Mayer Garção, João de Barros, Joaquim Nunes Claro, Tomás da Fonseca, Manuel Laranjeira, Álvaro de Castro, Dias de Oliveira, Costa Carneiro, Ernesto da Silva, Manuel Cardia, e Sílvio Rebelo, António Patrício, Fausto Guedes Teixeira, João Grave, João Lúcio, Pedroso Rodrigues, Augusto de Castro, João de Deus Ramos, Ladislau Patrício e Raúl Brandão [1].

Revista nova
Periodicidade Mensal
Sede Lisboa Portugal Portugal
Fundação 1901
Editor Ilídio Analide da Costa
Idioma Português europeu
Término de publicação 1902


Referências

  1. Pedro Mesquita (25 de Junho de 2013). «Ficha histórica: Revista nova(1901-1902)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 15 de setembro de 2015 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.