Richard Garriott

Richard Garriott
Nascimento 4 de julho de 1961 (59 anos)
Cambridge, Grã Bretanha
Nacionalidade Reino Unido bretão; Estados Unidos norte-americano
Carreira espacial
Turista da Space Adventures
Tempo no espaço 11d 20h 35m
Missões Soyuz TMA-13, Soyuz TMA-12
Insígnia da missão Soyuz-TMA-13-Mission-Patch.png Soyuz TMA-12 Patch.png
Aposentadoria
Assinatura de Richard Garriott

Assinatura de Richard Garriott

Richard Allen Garriott (Cambridge, 4 de julho de 1961) é um empresário da área de jogos eletrônicos,[1] que se tornou o sexto turista espacial ao ir ao espaço na missão Soyuz TMA-13, em outubro de 2008, através da Space Adventures, empresa criada para proporcionar a ida ao espaço de pessoas comuns, do qual ele é diretor.

Nascido na Grã-Bretanha, Garriott cresceu no Texas, onde assumiu a cidadania norte-americana. Seu pai, Owen Garriott, foi um astronauta da NASA, participante das missões Skylab e dos primeiros voos do ônibus espacial, nas décadas de 1970 e 1980.

Desde criança, demonstrou grande interesse por computação, desenvolvendo programas de jogos para computadores e os oferecendo de graça aos amigos. No começo de década de 1980. Garriott desenvolveu a série de jogos Ultima, de grande sucesso comercial. Com o sucesso da série, ele fundou com o irmão sua própria empresa de jogos eletrônicos, a Origin Systems, e veio a se tornar a figura mais influente no desenvolvimento de jogos da indústria.

Na começo do século XXI, Garriott passou a fazer parte da Space Adventures, empresa criada para promover o turismo espacial, em conjunto com os russos, que, com problemas econômicos para manter seu programa, aceitaram a oferta da empresa de enviar turistas ao espaço em suas naves Soyuz em troca de um alto valor determinado (cerca de U$20 milhões). Em setembro de 2007 a empresa anunciou que ele voaria até a ISS como turista, por um preço reportado de U$30 milhões.

Lançado em 12 de outubro com a missão Soyuz TMA-13, que levou os integrantes da Expedição 18 da ISS, ele ficou em órbita até 24 de outubro, quando retornou com os integrantes da Expedição 17, na Soyuz TMA-12, que se encontram em órbita desde abril de 2008. Por coincidência, Garriott voltou do espaço na mesma nave que Sergei Volkov, comandante da Expedição 17 e que, assim como ele, filho de um astronauta, também é filho de um ex-cosmonauta soviético.

Garriott, que também é radioamador, comunicou-se durante seu voo com estudantes na Terra usando transceptores do Serviço de Radioamador a bordo da ISS através do projeto ARISS e atualizou o projeto Windows on Earth, um software que proporcionará uma visão virtual interativa da Terra tal como vista da estação espacial.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «Richard Garriott». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 29 de novembro de 2019