Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Maré, veja Maré (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rio Marés
uma ilustração licenciada gratuita seria bem-vinda
Localização
País
Hidrografia
Tipo
Nascente
Tríplice divisa entre os municípios de Santa Rita, João Pessoa e Bayeux[2]
Afluente
principal
Foz

O rio Marés é um curso de água que banha os municípios de João Pessoa e Bayeux, no estado brasileiro da Paraíba.[1]

MicrobaciaEditar

O Marés, que nasce em lagoas de tabuleiros na tríplice divisa dos municípios de Santa Rita, João Pessoa e Bayeux, forma o limite natural entre esses dois últimos. Apresenta cumprimento total de 13,01 km e sua bacia abrange 23,53 km², até sua confluência pelo lado esquerdo com o rio do Meio, a partir de onde passa a denominar-se rio Sanhauá, que é afluente direto do rio Paraíba do Norte, no seu baixo curso.[1]

Seu açude, responsável por parte do abastecimento d'água da área metropolitana de João Pessoa, tem capacidade máxima de 2.136.637 m³.[3][2]

No passado, esse curso d'água foi conhecido como “rio das Marés”, em virtude do vaivém das águas do mangue do qual é composto.[4] No IV Congresso de História Nacional, de 1950, houve a seguinte menção de Câmara Cascudo ao rio:

Toda essa região [da capital paraibana] é densamente povoada. Entre o Jaraguá e o Paraíba ficam Paraigoera (Parueira), Buraco de Santo′Iago, rio da Garça, Iabiru (Jaburu), e rio do Portinho. Não encontrei o Sanhauá, talvez confundido com o rio das Marés.[4][nota 1]

O nome mais antigo do rio vem to tupi e se denomina Tegió.[5]

Notas

  1. O Jaraguá se refere ao rio Mamanguape ou, mais precisamente, a um porto que outrora houve sobre esse rio, lugar onde se situa a atual aldeia Jaraguá.

Referências

  1. a b c d CARRILHO, Luiza; et al. (2008). «Bacia do rio Marés no litoral Sul paraibano» (PDF). CT Informes & Publicações. Consultado em 2 de dezembro de 2012. Arquivado do original (PDF) em 3 de março de 2016 
  2. a b c MELO, José Reinolds Cardoso (2013). O caso do rio Marés na Paraíba. [S.l.]: Universidade Federal da Bahia (UFBA) 
  3. AESA (2012). «Monitoramento das águas do Açude Marés». Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba – AESA. Consultado em 3 de dezembro de 2012 
  4. a b Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (1950). IV Congresso de História Nacional (21–28 de abril de 1949), volume 4. [S.l.]: Imprensa Nacional 
  5. TAVARES, João de Lyra (1910). Apontamentos para a historia territorial da Parahyba, Volume 1. [S.l.]: Imprensa Oficial 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.