Abrir menu principal

Rio Novo

município brasileiro do estado de Minas Gerais, criado em 1870
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Rio Novo (desambiguação).

Rio Novo é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, criado em 1870. Ao longo do tempo, deu origem aos municípios de São João Nepomuceno, Piau e Goianá [9] .

Município de Rio Novo
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 13 de setembro de 1870
Gentílico rionovense
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição[1]
CEP 36150-000 a 36151-999[2]
Prefeito(a) Ormeu Rabello Filho[3] (PPS)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Rio Novo
Localização de Rio Novo em Minas Gerais
Rio Novo está localizado em: Brasil
Rio Novo
Localização de Rio Novo no Brasil
21° 27' 28" S 43° 07' 30" O21° 27' 28" S 43° 07' 30" O
Unidade federativa Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008 [4]
Microrregião Juiz de Fora IBGE/2008 [4]
Municípios limítrofes Ao norte: Tabuleiro e Guarani; a Oeste: Piau; ao sul: Coronel Pacheco e Chácara; a sudeste e leste: São João Nepomuceno; a leste: Descoberto.
Distância até a capital 297 km
Características geográficas
Área 207,559 km² [5]
População 8 712 hab. Censo IBGE/2010[6]
Densidade 41,97 hab./km²
Altitude 418 m m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,766 alto PNUD/2000 [7]
PIB R$ 52 291,103 mil IBGE/2008[8]
PIB per capita R$ 5 660,44 IBGE/2008[8]
Página oficial
Prefeitura www.rionovo.mg.gov.br
Câmara www.camararionovo.mg.gov.br

DemografiaEditar

Sua população atual, segundo estimativa do IBGE (2017), é de 9.084 habitantes [10].

HidrografiaEditar

A sede do munícípio é cortada por dois rios: o Rio Novo (que dá nome à cidade) e o Ribeirão Caranguejo.[11]

EconomiaEditar

A economia é baseada em atividades agrícolas e serviços. O município é cortado pelas rodovias MG-126, MG-133 e MG-353[12] e é também, juntamente com a cidade vizinha Goianá, uma das cidades-sede do Aeroporto Regional da Zona da Mata, o segundo maior de Minas.

Filhos ilustresEditar

Referências

  1. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 4. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. «Eleições 2016». Consultado em 10 de novembro de 2017 
  4. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  6. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  8. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  9. https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/minasgerais/rionovo.pdf
  10. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/rio-novo/panorama
  11. «Municípios de Minas Gerais». Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Consultado em 29 de maio de 2012 
  12. «Mapa Multimodal - Minas Gerais» (PDF). DNIT. 2009. Consultado em 29 de maio de 2012. Arquivado do original (PDF) em 10 de janeiro de 2013 

Ligações externasEditar