Romualdo de Sousa Coelho

Romualdo de Sousa Coelho (Cametá, 7 de fevereiro de 1762Belém do Pará, 15 de fevereiro de 1841) foi um bispo católico. Foi o oitavo bispo do Pará.

Romualdo de Sousa Coelho
Bispo da Igreja Católica
8º Bispo do Pará
RomualdoDeSousaCoelhoBispoDoPará.png
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese do Pará
Predecessor Dom Manuel de Almeida de Carvalho
Sucessor Dom José Afonso de Moraes Torres
Mandato 1820 - 1841
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 19 de fevereiro de 1785
Ordenação episcopal 1 de abril de 1821
Brasão episcopal
Brasao Romualdo Coelho.png
Dados pessoais
Nascimento BrasilCametá, 7 de fevereiro de 1762
Morte Belém do Pará, 15 de fevereiro de 1841 (79 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Romualdo foi ordenado presbítero pelas mãos de seu bispo, Dom Frei Caetano Brandão, a 19 de fevereiro de 1785. No dia 15 de novembro de 1806, o rei Dom João VI apresenta o cônego Romualdo Coelho para ser o arcipreste do cabido do Pará.

Em 1816, quado da coroação de Dom João VI, os cônegos Raimundo Antônio Martins e Romualdo de Sousa Coelho deslocam-se até o Rio de Janeiro para cumprimentar o novo monarca em nome do clero do Pará.

Em 1818, ao falecer Dom Manuel de Almeida de Carvalho, o cônego Romualdo Coelho é eleito vigário capitular, por que já era público e notório sua futura assunção ao sólio episcopal paraense. No ano seguinte, a 22 de janeiro, seu nome é apresentado à Santa Sé, por Dom João VI, para ser o 8º bispo do Pará. Em 1820, a 29 de agosto, o Papa Pio VII confirma a indicação.

Em 1821, no dia 1º de janeiro, o arcipreste Romualdo Coelho é eleito presidente da Junta Provisória do Governo da Província do Pará.

No dia 1º de abril de 1821, no Rio de Janeiro, Romualdo Coelho é ordenado bispo, pelas mãos de Dom José Caetano da Silva Coutinho, bispo do Rio de Janeiro. Foi o primeiro paraense e um dos primeiros brasileiros a ascender ao episcopado.

Dom Romualdo será Deputado efetivo eleito pela Comarca de Belém, no dia 10 de dezembro de 1821. Foi a Portugal e tomou assento nas Cortes Gerais Extraordinárias e Constituintes da Nação Portuguesa.

No dia 15 de agosto de 1823, depois de solene Te Deum na Catedral, Dom Romualdo proclamou a adesão do Pará ao Império do Brasil.

Durante a Cabanagem (1835-1840) terá papel de destaque.

Morreu em Belém em 1841, após governar a Diocese de Belém do Pará durante 20 anos, enfrentando graves problemas sociais e políticos. Está sepultado na Catedral Metropolitana de Belém. Dom Romualdo Coelho, a exemplo de seu sobrinho Dom Romualdo de Seixas, é homenageado pelos cametaenses com uma escola que leva seu nome e um busto no Panteão dos Notáveis, localizado no largo da matriz de São João Batista.

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.