Abrir menu principal
Rua Ipiranga.

A Rua Ipiranga é um logradouro do bairro de Laranjeiras, no Rio de Janeiro. Fica compreendida entre a Rua das Laranjeiras e a Rua Paissandu. É uma rua residencial e comercial. Possui edifícios de arquitetura moderna, casarios e casas.

A via recebe esse nome em homenagem ao riacho do Ipiranga, rio localizado na cidade de São Paulo em que foi proclamada a Independência do Brasil pelo príncipe e herdeiro do trono de Portugal, Dom Pedro. Com esse feito, o príncipe se converteu no primeiro imperador brasileiro, futuramente denominado Dom Pedro I. Ipiranga é também a junção de duas palavras em língua tupi, y e piranga: Y significa água ou rio; piranga significa vermelho ou vermelha. Juntos significam água vermelha ou rio vermelho.

O sobrado n°. 11 e o casarão nº. 15 datado de 1885, que pertence à Prefeitura e aparentemente sempre abrigou um órgão público, pois tem o brasão da cidade no frontão. O casarão colonial situado próximo ao edifício Vera Maria, encontra-se razoavelmente em bom estado de conservação, apesar de coberto de pichações. O mesmo ocorre com a coluna, que hoje fica na fronteira do posto de gasolina Petrobras com o primeiro edifício da rua. Do lado esquerdo da rua todas as construções são modernas. O segundo trecho perpendicular divide a via em duas: rua Ipiranga e rua Conde de Baependi.

Heitor Villa-Lobos nasceu numa casa na Rua Ipiranga, no bairro Laranjeiras, no Rio de Janeiro, no dia 5 de março de 1887. Filho de Noêmia Umbelina Santos Monteiro e de Raul Villa-Lobos, que era Funcionário da Biblioteca Nacional e também Violoncelista Amador, além de ter sido também autor de livros didáticos e de um Guia Turístico para o Rio de Janeiro. Heitor foi o único dos oito filhos do casal que veio a despertar Vocação para a Música. [1]

Na década de 1980 o Viaduto Engenheiro Noronha ganhou a companhia de mais um viaduto, o Jardel Filho, que visava acabar com o nó no trânsito da Rua das Laranjeiras que era de mão dupla até a Rua Ipiranga. A construção do viaduto Jardel Filho acabou com o que restava da paisagem local, transformando esse pedaço de Laranjeiras num "trevo rodoviário". [2]

A via fica próxima do Parque Guinle, Praça São Salvador, Palácio Guanabara, Largo do Machado e Flamengo.

Pontos de interesseEditar

Abaixo ficam situados nessa via, os principais estabelecimentos comerciais:

Ver tambémEditar

Referências

  1. Boa Música Ricardinho. «Boa Música - Villa Lobos» 
  2. Rio Que Passou. «Laranjeiras Anos 60» 

Ligações externasEditar