Sérgio Borja


Sérgio Augusto Pereira de Borja (Porto Alegre, 2 de novembro de 1949) é um advogado e professor universitário brasileiro. Autor do livro "Impeachment", em 1992 foi o primeiro brasileiro a entrar com o pedido de impeachment de Fernando Collor[1]. Tem denunciado, através de uma legítima advocacia pública, o processo de desmonte do Estado, da Constituição e a degradação social que leva à violência e ao sucateamento da saúde e educação.

Sérgio Borja
Sérgio Borja no restaurante do Ralph Lauren, em Saint Germain, Paris, 2018.
Nascimento Sérgio Augusto Pereira de Borja
2 de novembro de 1949
Nacionalidade brasileiro
Ocupação

Escritor com vários livros publicados na área de direito constitucional, integração americana, ciência política e poesia. Articulista, publicou seus artigos em revistas jurídicas e na grande imprensa. Recebeu da Comissão do Mercosul, da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, o Diploma de Colaborador Emérito. Premiado com o Troféu Obirici como destaque social e profissional. Foi condecorado com a mais alta comenda da OAB, a Medalha Osvaldo Vergara.

Além de escrever poesia e livros de direito e ciência política escreve e colabora em vários jornais nacionais participando de programas de debates e entrevistas no rádio e na televisão.

Vida, estudos e carreiraEditar

Formação escolar[2]Editar

 
3° ano primário, em 1958, da atual Escola Estadual de Ensino Médio Demétrio Ribeiro, no Alegrete/RS - Brasil

Trajetória na área docenteEditar

É atualmente professor universitário aposentado das universidades do Rio Grande do Sul, UNISINOS, PUCRS e UFRGS, onde ingressou por concurso público de provas e títulos, tendo trabalhado por longos 35 anos no magistério jurídico lecionando Direito Constitucional, Ciência Política, Teoria Geral do Estado e Relações Internacionais, entre outras disciplinas.

Outras associaçõesEditar

Foi presidente da Academia Rio-Grandense de Letras onde ocupa a cadeira nº 22 desde 12 de abril de 2004.

Foi Ministro de Relações Exteriores do GORGS no período da administração do Grão Mestre Milton Silva e ainda na administração do Juracy Vilela ocupando o mesmo cargo do fundador da Faculdade de Direito da UFRGS, o antigo diretor fundador, desembargador, professor Manoel André da Rocha. Detentor da Ordem do Mérito Maçônico.

CondecoraçõesEditar

Conferencista e Palestrante Emérito no território do Mercosul, EUA, onde em Connecticut apresentou a Lecture sobre Treaty Make Power no Sistema Mercosulenho. Foi agraciado com a distinção e o diploma de Colaborador Emérito do Mercosul em dezembro de 1997 pela Comissão do Mercosul da Assembleia Legislativa do RGS.

Recebeu a Comenda Oswaldo Vergara, distinção honorífica concedida pela OAB RS em sessão solene, no dia 12 de agosto de 2005.

Recebeu o Troféu Obirici no ano de 2007 e em sequência no ano de 2011.

Recebeu, em 8 de março de 2019[3], a Medalha Amigo da Marinha em solenidade realizada na Capitania dos Portos através do Comandante do 5° Distrito Naval Contra Almirante Victor Cardoso Gomes.

ObrasEditar

  • Urna do Tempo - Poesia[4]
  • Ronda Alta - Poesia
  • Pele Madura - Poesia
  • Contra a Corja - Poesia e Prosa
  • Impeachment (1992) - Histórico-Jurídico, Direito Constitucional
  • Teoria Geral dos Tratados - Histórico-Jurídico
  • O Projeto Democrático - Análise Constitucional e de Ciência Política
  • As Ideologias e suas Constituições – Doutrina - Filosofia e Direito Constitucional
  • Guerra das Moedas e a Partidocracia - Histórico-Jurídico, Geopolítica, Macroeconomia.
  • Centenas de artigos jurídicos[5]
  • Centenas de artigos jornalísticos

ReferênciasEditar

  1. «Impeachment de Collor». Folha Online. Consultado em 3 de dezembro de 2021 
  2. «Depoimento em mídia social». Linha do Tempo do Facebook. Consultado em 3 de dezembro de 2021 
  3. «Sessão Solene». Vídeo do YouTube. Consultado em 3 de dezembro de 2021 
  4. «Urna do Tempo» (PDF). Acervo do site antigo da UFRGS. Consultado em 3 de dezembro de 2021 
  5. «Currículo Lattes». Plataforma Lattes/CAPES. Consultado em 3 de dezembro de 2021 

Ligações externasEditar