Abrir menu principal
STS-132
Insígnia da missão
Informações da missão
Ônibus espacial Atlantis
Lançamento 14 de maio de 2010
18:20 UTC
Plataforma 39A
CEK
Aterrissagem 26 de maio de 2010
12:48 UTC
Pista 33
CEK
Órbitas 186
Duração 11d 18h 29m
Altitude orbital 350 km
Inclinação orbital 51.6 graus
Distância percorrida 4.879.978 milhas náuticas
Imagem da tripulação
Sentados Ken Ham (ao centro), Garrett Reisman (a esquerda), Stephen Bowen (a direita). Em pé: Michael Good, Tony Antonelli e Piers Sellers.
Sentados Ken Ham (ao centro), Garrett Reisman (a esquerda), Stephen Bowen (a direita). Em pé: Michael Good, Tony Antonelli e Piers Sellers.
Navegação
STS-131 patch.png STS-131
STS-133 STS-133 patch.png

STS-132 foi uma missão à Estação Espacial Internacional do programa do ônibus espacial da NASA. A espaçonave foi lançada de Cabo Kennedy em 14 de maio de 2010 para uma missão com a duração de onze dias. Ela marcou também a penúltima viagem ao espaço da nave Atlantis.[1]

Seu principal objetivo foi a instalação do Minimódulo Russo de Pesquisa 1 (MMP1) "Rassvet", e o "Integrated Cargo Carrier" (ICC) à estrutura da ISS. Foi a missão ULF4 para a construção da Estação Espacial Internacional.

Índice

TripulaçãoEditar

ObjetivosEditar

Acoplar o Minimódulo Russo de Pesquisa 1 (MMP1) e o "Integrated Cargo Carrier" (ICC) à ISS.

Pré-LançamentoEditar

O tanque externo a ser acoplado à Atlantis iniciou sua viagem até Cabo Canaveral em 24 de fevereiro de 2010, saindo da fábrica da NASA em Nova Orleans, na Louisiana, e prosseguindo por seis dias através do Golfo do México até a Flórida, onde chegou em 1 de março.[2]

A Atlantis deixou seu hangar de manutenção em 13 de abril, e sendo esta a sua programada última missão no espaço, parou várias vezes durante o caminho até a plataforma de lançamento, para que técnicos e engenheiros pudessem tirar fotografias ao lado do ônibus espacial.[3] Esta última caminhada da Atlantis até o local de lançamento, ocorreu exatos 25 anos após o orbitador ter chegado pela primeira vez a Cabo Kennedy, depois de uma viagem através de todo o país desde a fábrica em Palmdale, na Califórnia, em 1985.[4] A carga da missão STS-132 foi instalada no compartimento de carga da Atlantis em 25 de abril, 20 dias antes do lançamento.[5]

A tripulação da missão voou do Centro Espacial Lyndon Johnson, em Houston, até Cabo Canaveral, em 10 de maio,[6] onde a contagem retroativa para o lançamento começou em 11 de maio. A preparação da tripulação para o voo começou as 05:00 do dia do voo, com uma hora de exames médicos finais. A equipe partiu para a base de lançamento às 10:30 e o comandante Kenneth Ham foi o primeiro a tomar assento na nave, as 11:00, seguido do piloto Antonelli. Após os procedimentos de checagens técnicas entre a nave e o controle de voo, a Atlantis foi fechada e pressurizada pela equipe de apoio de terra. O lançamento ocorreu às 18:20 UTC.(14:20 hora local) [7]

Dia a diaEditar

14 de maio - Dia 1Editar

Vídeo do lançamento(9 min 57s)

Atlantis lançada às 18:20 UTC, com o porta-voz da NASA e narrador dos lançamentos dos ônibus espaciais, George Diller, transmitindo que "a Atlantis é lançada alcançando o pináculo de suas realizações no espaço". Cerca de 39 mil convidados, incluindo Buzz Aldrin, o segundo homem na Lua, e o apresentador de televisão David Letterman, assistem ao lançamento ao vivo em Cabo Canaveral.[8] Também presentes Sergei Ivanov, vice-primeiro-ministro da Rússia e Anatoli Perminov, diretor-geral da Agência Espacial Russa, Roskosmos.[9]

Atingindo a órbita de entrada, 8m32s depois de lançada, a tripulação da Atlantis abriu as portas do compartimento de carga, e ativou a antena Ku-band da espaçonave. Em seguida, fizeram uma inspeção completa no Canadarm, o braço robótico da nave.

15 de maio - Dia 2Editar

A tripulação começou seu primeiro dia completo no espaço às 08:20 UTC. O dia foi dedicado à inspeções detalhadas no escudo antitérmico da nave e ao sistema de sensores do orbitador, procurando por algum sinal de dano durante o lançamento. O comandante Ham instalou uma câmera central no sistema de acoplagem da Atlantis para ajudá-lo na acoplagem com a ISS. Outros dois tripulantes, Michael Good e Stephen Bowen passaram horas verificando os trajes espaciais para transferi-los para a ISS. Garrett Reisman verificou todo os trajes de caminhada espaciais.

Foram feitas também duas rápidas queimas de motores para corigir o curso da espaçonave, em seu caminho ao encontro da Estação Espacial Internacional.

16 de maio - Dia 3Editar

Acoplagem da Atlantis com a Estação Espacial Internacional realizada às 14:28 UTC, cerca de 350 km acima do Oceano Pacífico,[10] sendo a operação fotografada pelos habitantes da ISS, Oleg Kotov, Timothy Creamer e Soichi Noguchi. Às 16:18 UTC, as duas tripulações encontraram-se no interior da ISS.

Em preparação para o trabalho externo na ISS no dia seguinte, os tripulantes da Atlantis passaram uma hora revisando os procedimentos para as Atividades extra-veiculares.

17 de maio - Dia 4Editar

A tripulação é acordada pela CAPCOM (controladora de missão em Houston) Shannon Lucid para ser informada que não serão mas necessárias inspeções de equipamento, mas foram solicitadas a fazer novas inspeções em seções específicas da Atlantis ainda não feitas nos dias anteriores.

Os astronautas Reisman e Bowen realizam a primeira das três caminhadas espaciais previstas, instalando antenas e uma nova plataforma de ferramentas. Piers Sellers e a integrante da Expedição 23 na ISS Tracy Caldwell operaram o Canadarm, em apoio às operações externas.

18 de maio - Dia 5Editar

Dia dedicado à instalação do módulo russo na estrutura da ISS. Trabalhando em conjunto, os tripulantes moveram o módulo do comparimento de carga da Atlantis para sua nova posição, acoplada ao módulo Zarya, o que foi finalizado às 12:20 UTC quando a nave encontrava-se sobre a Argentina.[11]

Após a tarefa completada, os integrantes da Expedição 23 na estação, Oleg Kotov, Tracy Caldwell e Alexandr Skvortsov e os tripulantes da STS-132 Ham, Reisman e Sellers, deram entrevista conjunta à CNN, MSNBC e Fox News, respondendo perguntas sobre a estada deles em órbita, as experiências realizadas e o vazamento de petróleo no Golfo do México.[12]

19 de maio - Dia 6Editar

A principal tarefa do dia foi de Atividades extra-veiculares realizadas pelos astronautas Bowen e Good, a segunda das três programadas. Apoiados pela tripulação dentro da Atlantis, os dois fizeram a substituição de baterias montadas numa das estruturas da ISS, que funcionavam desde 2000. Também colocaram em funcionamento as novas antenas sobressalentes Ku-Band levadas na missão.[13] A operação foi filmada e fotografada pelo comandante Kenneth Ham.

20 de maio - Dia 7Editar

Os cosmonautas russos da Expedição 23 entraram no módulo 1 MRM com proteção de máscaras para o caso de algum vazamento e reportaram que algumas lascas de metal flutuavam dentro do módulo, provavelmente soltas durante o lançamento.[14] O controle da missão, tanto em Houston quanto na Cidade das Estrelas, trabalham para resolver o problema testando uma técnica segura a fim de remover os fragmentos.

Mais entrevistas foram dadas, desta vez à Associated Press e a CBS News. Durante o resto do período útil de trabalho, mais material científico e suprimentos foram transferidos da Atlantis para a ISS. Good e Garrett prepararam suas ferramentas e roupas espaciais para as próximas atividades extra-veiculares programadas.

21 de maio - Dia 8Editar

 
Good e Reisman, do lado de fora da Atlantis, acenam para dentro da cabine do ônibus espacial.

Os astronautas Michael Good e Garrett Reisman completaram a terceira atividade extra-veicular programada para a missão. Os trabalhos realizados são de montagem de pequenas peças na estrutura da estação e troca de baterias; também fizeram substituições de ferramentas no depósito exterior de ferramentas da ISS.

22 de maio - Dia 9Editar

Pela manhã, a tripulação realizou algumas transferências de material e trabalhos de manutenção na estação. Com a tarde livre, Tracy Caldwell e alguns tripulantes realizaram uma videoconferência, respondendo a algumas perguntas de meninos de escolas de várias regiões dos Estados Unidos.[15]

23 de maio - Dia 10Editar

As tripulações da Atlantis e da Expedição 23 na ISS trabalharam juntas na transferência de materiais sensíveis entre a nave e a estação, principalmente amostras de pesquisas científicas que necessitam estar em ambiente mais frio. Depois da tarefa, as duas tripulações deram uma entrevista conjunta, posaram para fotografias e conduziram uma breve cerimônia de despedida entre as duas equipes, antes de cerrarem as escotilhas de ligação entre uma nave e outra.

A Atlantis desacoplou da ISS às 15:22 UTC e, conduzida pelo piloto Antonelli, afastou-se cerca de 120 m da estação, distância na qual a nave começou a fazer um giro em torno da ISS, de maneira que ambas as tripulações pudessem fotografar os dois veículos. Após isso, a Atlantis teve seus motores ligados para a separação final e entrada numa órbita diferente da ISS.

24 de maio - Dia 11Editar

Após acordar, a tripulação da STS-132 fez uma inspeção geral nas asas e no nariz da Atlantis, escaneando as partes mais limítrofes de ambas as seções, em busca de alguma irregularidade. A maior parte do resto do dia foi de descanso geral.

25 de maio - Dia 12Editar

O dia anterior ao retorno teve as seguintes atividades:

  • arrumação da cabine de comando
  • checagem do sistema de controle de voo
  • teste do sistema de controle de reação da nave
  • reunião de preparação da reentrada
  • desmontagem e estocagem das antenas Ku-band

26 de maio - Dia 13Editar

 
A STS-132 se encerra com o último pouso da nave Atlantis na pista do Centro Espacial Kennedy, em 26 de maio de 2010.

A tripulação acordou às 04:20 UTC e três horas depois os astronautas começaram os preparativos para a saída da órbita, travando as portas do compartimento de carga. A nave iniciou a reentrada às 12:16 UTC numa altitude de cerca de 130 km e velocidade Mach 25. Às 12:29 a nave encontrava-se a 65 km de altura e Mach 22, a cerca de 3000 km do Centro Espacial Kennedy. Às 12:34 a Atlantis estava a 60 km de altura, viajando a 15 mil km/h, a 1000 km da pista de pouso e sofrendo a pressão da temperatura externa de cerca de 2900° Fahrenheit por cerca de dois minutos.

Os comandos manuais foram tomados pelo comandante Kenneth Ham para aterrissagem quando a nave começou o voo planado a cerca de 15 km de altura. A missão se encerrou às 12:48 UTC (08:48 hora local),[16] com o pouso da Atlantis, 32 minutos depois do início da reentrada e seu último pouso após 25 anos de serviço, na pista 33 do Centro Espacial Kennedy, Flórida, depois de 11 dias, 18 horas e 29 minutos de iniciada.

Marcos da missãoEditar

Referências

  1. «NASA STS-132 Begins On-Orbit Operations» 
  2. James Dean (25 de fevereiro 2010). «External tanks reach Final Four; last solid motor test fired». FLORIDATODAY.com. Consultado em 25 de fevereiro 2010. Arquivado do original em 1 de março de 2010 
  3. Chris Bergin (13 de abril 2010). «STS-132: Atlantis arrives in the VAB following estended rollover». NASAspaceflight.com. Consultado em 13 de abril 2010 
  4. «Hang 'em high: Atlantis hoisted inside VAB». Spaceflightnow. 14 de abril 2010. Consultado em 15 de abril 2010 
  5. Justin Ray (26 de abril 2010). «Russian payload nestled into Atlantis' bay for launch». Spaceflightnow. Consultado em 26 de abril 2010 
  6. Robert Z. Pearlman (10 de maio 2010). «Astronauts Arrive in Florida for Final Planned Launch of Shuttle Atlantis». SPACE.com. Consultado em 11 de maio 2010 
  7. «SpaceFlightNow:Status Mission Report» 
  8. Clara Moskowitz (14 de maio 2010). «Shuttle Atlantis Soars Into Space on Final Mission». SPACE.com. Consultado em 15 de maio 2010 
  9. «Atlantis space shuttle takes off from Cape Canaveral». ITAR-TASS. 14 de maio 2010. Consultado em 15 de maio 2010 
  10. William Harwood (16 de maio 2010). «Space station's Harmony port receives shuttle Atlantis». Spaceflight Now. Consultado em 17 de maio 2010 
  11. Clara Moskowitz (18 de maio 2010). «Astronauts Attach New Russian Science Module to Space Station». SPACE.com. Consultado em 19 de maio 2010 
  12. Clara Moskowitz (18 de maio 2010). «Gulf Oil Slick Looks 'Very Scary' From Space, Cosmonaut Says». SPACE.com. Consultado em 19 de maio 2010 
  13. William Harwood (19 de maio 2010). «Smooth spacewalk tackles planned work and more». Spaceflight Now. Consultado em 20 de maio 2010 
  14. NASA (20 de maio 2010). «STS-132 MCC Status Report #13». Consultado em 21 de maio 2010 
  15. «STS-132 MCC Status Report #17». Consultado em 23 de maio de 2010 
  16. «Deorbit Burn Complete». NASA. Consultado em 26 de maio de 2010 

Ver tambémEditar