Sala de aula

Uma classe escolar ou sala de aula é um local, geralmente numa escola, onde os alunos aprendem conhecimentos que são passados pelo professor, e socializam com outros indivíduos. Atualmente se discute que a sala de aula não é um ambiente só físico, mas também um lugar de interações e trocas de experiências. O professor nesse ambiente deixa de ser o detentor do conhecimento e passa a ser um auxiliador, que faz uma mediação entre o sujeito e o conhecimento.

Sala de aula tradicional

No século XVII deu-se início ao modelo de sala de aula tradicional, onde o ensino é considerado como a  transmissão de conhecimento aos alunos com o objetivo de que ele seja dominado por eles. O espaço físico era composto por carteiras enfileiradas, sem o compartilhamento de aprendizado e o professor moderava e regulava o fluxo de informações.

Com o passar do tempo, com novos estudos, teve-se uma mudança na forma tradicional de ensinar, começaram a optar por uma sala mais participativa e que dava ouvido as crianças que traziam consigo uma bagagem de saberes e questionamentos, e introduziram o método de sala de aula invertida, no qual o conteúdo passa a ser estudado em casa e as atividades, realizadas em sala de aula. Com isso, o estudante deixa para trás aquela postura passiva de ouvinte e assume o papel de protagonista do seu aprendizado.

Num estudo da OCDE verificou-se que o número médio de alunos por sala neste conjunto de países em 2019 era de 21 no ensino primário e de 23 no ensino secundário. Em Portugal esses números médios eram respetivamente de 21 e 22 e no Brasil de 20 e 26.


Ver tambémEditar

Referências

  Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

SILVEIRA JUNIOR, Carlos Roberto da. SALA DE AULA INVERTIDA: por onde começar?. Goiás: IF Goiás, 2020. Acesso em:  23 de nov. 2022. Disponível em: https://www.ifg.edu.br/attachments/article/19169/Sala%20de%20aula%20invertida_%20por%20onde%20come%C3%A7ar%20(21-12-2020).pdf