Salvador Correia de Sá e Benevides Velasco da Câmara

Salvador Correia de Sá e Benevides Velasco da Câmara (Torres Novas, 14 de dezembro de 1873São Pedro de Penaferrim, 12 de junho de 1939), 9.º Visconde de Asseca, foi um político e militar português.[1]

Salvador Correia de Sá e Benevides Velasco da Câmara
'
Nascimento 14 de dezembro de 1873
Santiago
Morte 12 de junho de 1939
São Pedro de Penaferrim
Cidadania Portugal
Ocupação oficial, político,
Prêmios
  • Grã-Cruz da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa

BiografiaEditar

Filho de António Maria Correia de Sá e Benevides Velasco da Câmara, 8º Visconde de Asseca e Mariana de Sousa Botelho Mourão e Vasconcelos.

Carreira política e militarEditar

Defensor da Monarquia, dedicou a sua vida a servir o regime monárquico e a família real.[2] Exerceu como oficial-mor da casa real, e como Par do Reino.[2] Em 25 de Julho de 1903, recebeu do rei D. Carlos o título de 9.º Visconde de Asseca.[2]

Após a Proclamação da República, demitiu-se dos seus cargos, tendo acompanhado o rei D. Manuel II no seu exílio, como secretário particular.[2] Após a morte do antigo monarca, foi o único português a acompanhar o corpo, que foi transportado num cruzeiro inglês, e representou D. Amélia e D. Vitória nas cerimónias fúnebres.[2]

Acompanhou, em serviço, o general Raul Esteves numa visita à Alemanha, Suécia e Noruega; nessa altura, possuía a patente de capitão da Arma de Engenharia.[2]

Também pertenceu ao conselho de administração da Companhia de Refinação e Petróleos.[2]

FalecimentoEditar

Faleceu em 12 de Junho de 1939, na sua Quinta da Vigia, em São Pedro de Sintra, vitimado por uma hemorragia cerebral.[2] O funeral realizou-se no dia seguinte, tendo sido sepultado no Cemitério dos Prazeres.[2]

HomenagensEditar

Recebeu a Grã-cruz da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, durante o casamento de D. Manuel II, na Alemanha.[2]

Referências

  1. Descendência Portuguesa de El-Rei D. João II, A. vol. II-pg. 256
  2. a b c d e f g h i j «Os Nossos Mortos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 51 (1236). 300 páginas. 16 de Junho de 1939. Consultado em 15 de Outubro de 2012