Abrir menu principal
Sam Schmidt
Sam Schmidt - Carb Day 2015 - Sarah Stierch.jpg
Sam Schmidt, 2015
Informações pessoais
Nome completo Samuel Schmidt
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americano
Nascimento 15 de agosto de 1964 (55 anos)
Lincoln, Nebraska
Registros na IndyCar Series
Temporadas 1997–1999
Equipes 3 (Blueprint, LP Racing e Treadway)
Corridas 26
Títulos 0 (5º em 1999)
Vitórias 1
Pódios 4
Pontos 495
Pole positions 1
Primeira corrida Estados Unidos GP de Phoenix, 1997
Última corrida Estados Unidos GP do Texas (segunda corrida), 1999
Sam Schmidt celebra com Alex Tagliani
a pole-position para a Indy 500 do mesmo ano.

Samuel "Sam" Schmidt (Lincoln, 15 de agosto de 1964) é um ex-piloto de automóbilismo estadunidense. Competiu na IndyCar (até então, IRL) entre 1997 e 1999. Atualmente comanda a equipe Schmidt Peterson Motorsports, na mesma categoria.

CarreiraEditar

Em 1997, Sam Schmidt estreou na IRL, pela equipe Blueprint, terminando em décimo lugar. Pela equipe LP Racing, disputaria outras três provas, fechando a temporada em 27º lugar.

Schmidt permaneceria na LP para a temporada de 1998, conquistando seu primeiro pódio no GP de Las Vegas, com um segundo lugar. Encerrou a temporada em décimo-quarto, suficiente para que Schmidt ganhasse um contrato com a equipe Treadway no ano seguinte.

1999 foi um ano destacado para Schmidt, que conquistaria mais três pódios (terceiro lugar no Texas, segundo em Pikes Peak), mas seu grande momento foi a vitória no GP de Las Vegas - única vitória dele na IRL. Saldo: quinto lugar, com 233 pontos.

O acidenteEditar

Já considerado um dos principais pilotos da IRL, Sam Schmidt, aos 35 anos, participava de um treino visando a temporada de 2000, quando sofreu um violento acidente no circuito de Walt Disney World Speedway.[1] A batida deixou o piloto paraplégico, e foi obrigado a respirar por aparelhos durante cinco semanas.

Recuperado, Schmidt, ciente de que não teria a menor condição de voltar a correr, decidiu se inspirar em Frank Williams e criar sua própria equipe, a Sam Schmidt Motorsports, em 2001. O novo time se sagraria o mais bem-sucedido da história da Indy Lights (anteriormente Infiniti Pro Series), sagrando-se campeão com Thiago Medeiros em 2004, com Jay Howard em 2006, e com Alex Lloyd em 2007.

Em 2011, Sam Schmidt anuncia a compra do espólio da equipe FAZZT Racing, e também anuncia a contratação do veterano canadense Alex Tagliani. A SSM surpreendeu ao conquistar duas poles, sendo a das 500 Milhas a mais destacada. Depois da confirmação, Schmidt e Tagliani comemoraram o feito.

Além de Tagliani, a SSM correu também com o japonês Hideki Mutoh (em Motegi), o inglês Martin Plowman (3 provas), o neozelandês Wade Cunningham (duas corridas), em associação com a AFS Racing; o norte-americano Townsend Bell (apenas a Indy 500) e os ingleses Jay Howard (duas provas, em associação com a Rahal-Letterman) e Dan Wheldon (duas provas, em associação com a Bryan Herta Autosport).

A tragédia com Wheldon, no GP de Las Vegas, fez com que Sam pensasse em abandonar o automobilismo. Mas ele preferiu não abrir mão da IndyCar, e resolveu permanecer na categoria. Além de trabalhar com a SPM, ele também cuida da Fundação Sam Schmidt Paralysis.

Resultados na IndyCarEditar

Ano Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 Col. Pontos
1996-97 Blueprint Racing  
NHM
 
LVS
 
WDW
 
PHX
10
 
IND
34
 
TXS
23
 
PPI
      27th 76
LP Racing                
CLT
18
 
NH2
22
 
LV2
27
1998 LP Racing/PCI  
WDW
9
 
PHX
7
 
INDY
26
 
TXS
18
 
NHM
12
 
DOV
17
 
CLT
14
 
PPI
13
 
ATL
15
 
TX2
27
 
LVS
2
14th 186
1999 Treadway Racing  
WDW
27
 
PHX
9
 
INDY
30
 
TXS
3
 
PPI
2
 
ATL
22
 
DOV
5
 
PP2
5
 
LVS
1
 
TX2
22
5th 233

Ligações externasEditar

Referências

  1. Macur, Juliet (19 de janeiro de 2000). «Crash at Disney paralyzes IRL driver». The Orlando Sentinel. p. 19. Consultado em 14 de agosto de 2018 – via Newspapers.com  
  Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.