Sancha Henriques

Senhora de Bragança

Sancha Henriques (Braga, c. 1097 - 1163) foi uma infanta de Portugal, da Dinastia de Borgonha, filha de Henrique de Borgonha, conde de Portucale e de Teresa de Leão, filha ilegítima do rei Afonso VI de Leão e Castela e de Ximena Moniz, uma nobre castelhana, filha de Mudiadona Moniz e de Munio Moniz, viveu toda a sua infância na companhia da sua mãe e do seu avô materno, que a educaram[1][2][3].

Sancha de Portugal
Senhora de Celanova
Senhora de Bragança
Cônjuge Sancho Nunes I de Celanova
Fernão Mendes II de Bragança
Descendência Vasco Sanches, Conde de Celanova
Urraca Sanches, Senhora de Sousa
Fruilhe Sanches, Senhora de Bragança
Nuno Sanches
Casa Borgonha
Nome completo Sancha Henriques
Nascimento 1097
  Braga, Condado Portucalense
Morte 1163 (66 anos)
  Portugal
Pai Henrique, Conde de Portucale
Mãe Teresa de Leão
Religião Catolicismo

Casou-se por duas vezes, a primeira com D. Sancho Nunes de Celanova e a segunda com D. Fernão Mendes senhor de Bragança. Do segundo casamento não teve filhos, mas do primeiro teve:

  1. Vasco Sanches de Celanova (1130 -?), casado por duas vezes a primeira com Berengária... e a segunda com Urraca Viegas.
  2. Urraca Sanches de Celanova (1120 -?), casou com D. Gonçalo Mendes de Sousa, "o Bom", (112025 de Março de 1190)[4].
  3. Fruilhe Sanches de Barbosa (1140 -?), casou com D. Pedro Fernandes de Bragança.

Referências

  1. Nobreza de Portugal e Brasil - 3 vols, Direcção de Afonso Eduardo Martins Zuquete, Editorial Enciclopédia, 2ª Edição, Lisboa, 1989, vol. 1-pg. 83
  2. Actas do 17º Congresso Internacional de Ciências Genealógica e Heráldica, Instituto Português de Heráldica, Lisboa, 1986, Tab. 317-pg. 317
  3. História Genealógica da Casa Real Portuguesa, D. António Caetano de Sousa, Atlântida-Livraria Editora, Lda, 2ª Edição, Coimbra, 1946, Tomo I-pg. 25.
  4. Descendentes de Hermenegildo Guterres que viveu entre 869 e 911 - Egas Moniz, o Aio
  Este artigo sobre figuras históricas de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.