Satam al-Suqami

músico saudita

Satam Muhammed Abdel Rahman al-Suqami (em árabe: سطام السقامي; Riyadh, 28 de junho de 1976 – Nova Iorque, 11 de setembro de 2001) foi um estudante de direito e um dos cinco sequestradores do Voo 11 da American Airlines como parte dos ataques de 11 de setembro.[1]

Satam al-Suqami.

Suqami era um estudante de direito até ser recrutado na al-Qaeda junto com Majed Moqed, outro sequestrador, e viajou para o Afeganistão, onde seria escolhido para participar nos ataques do 11 de setembro.[2][3]

Ele chegou aos Estados Unidos em abril de 2001. Em 11 de setembro de 2001, Suqami embarcou no Voo 11 da American Airlines e participou do sequestro do avião, que foi colidido contra a Torre Norte do World Trade Center.[4][5]

Referências

  1. «11 September 2001 Hijackers» (PDF). Central Intelligence Agence. 2002. Consultado em 1 de julho de 2017 
  2. Steven Plaut (9 de outubro de 2013). «The legacy of 9/11 hero Danny Lewin». Jewish Journal. Consultado em 1 de julho de 2017 
  3. «Iran's Link to Al-Qaeda: The 9-11 Commission's Evidence». Middle East Quarterly. 2004. Consultado em 1 de julho de 2017 
  4. Janice Kephart (Setembro de 2010). «The Complete Immigration Story of 9/11 Hijacker Satam al Suqami». Center for Imigrant Studies. Consultado em 1 de julho de 2017 
  5. «The 9/11 HIJACKERS AND CONSPIRATORS» (PDF). Cyber Cemetery. Consultado em 1 de julho de 2017 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.