Abrir menu principal

Senador José Porfírio é um município brasileiro do estado do Pará, pertencente à mesorregião do Sudeste Paraense e microrregião de Altamira. Localiza-se no norte brasileiro, a uma latitude 02º35'27" sul e longitude 51º57'15" oeste.[6][7]

Município de Senador José Porfírio
"Souzel"
Bandeira de Senador José Porfírio
Brasão de Senador José Porfírio
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 1639 (380 anos)
Emancipação 29 de dezembro de 1961 (57 anos)
Gentílico porfiriense
Prefeito(a) Dirceu Biancardi (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Senador José Porfírio
Localização de Senador José Porfírio no Pará
Senador José Porfírio está localizado em: Brasil
Senador José Porfírio
Localização de Senador José Porfírio no Brasil
02° 35' 27" S 51° 57' 14" O02° 35' 27" S 51° 57' 14" O
Unidade federativa Pará
Mesorregião Sudoeste Paraense IBGE/2008 [1]
Microrregião Altamira IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Altamira, Anapu, Porto de Moz, Portel e Vitória do Xingu.
Distância até a capital 828 km
Características geográficas
Área 14 374,090 km² [2]
População 11 587 hab. IBGE/2016[3]
Densidade 0,81 hab./km²
Altitude 20 m
Clima Quente úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,514 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 98 266,73 mil IBGE/2014[5]
PIB per capita R$ 8 138,03 IBGE/2014[5]

É um das três cidades brasileiras que possuem exclaves municipais, com dois territórios totalmente separados um do outro, sendo os outros dois os municípios goianos de Sítio d'Abadia e Mineiros. No caso de Senador José Porfírio, essa separação ocorre pelo município vizinho de Vitória do Xingu, o qual já fez parte do município de Senador José Porfírio.

Índice

HistóriaEditar

A história de Senador José Porfírio compreende, tradicionalmente, o período que vai da instalação da missão jesuíta formadora da cidade até os dias atuais. Entretanto o território municipal é habitado, desde tempos imemoriais, por povos indígenas nômades e semi-nômades.

Missão AricaráEditar

 
Orla de Senador José Porfírio, na primeira metade do século XX

Desconhece-se a data da doação da primeira Capitania no Xingu a Gaspar de Abreu Freitas e, também, do revestimento da mesma à coroa. Porém, após esse abandono, os padres da Companhia de Jesus ali chegaram e, em 1639, fundaram juntamente com índios o aldeamento com o nome de Arucará ou Aricará.[8]

ColonizaçãoEditar

Em 1758 o governador Francisco Xavier de Mendonça Furtado concedeu à Aricará o título de freguesia sob o padroado de São Francisco Xavier. Nessa condição, permaneceu até 1833, quando perdeu a condição de vila.

A segunda elevação administrativa se deu em 14 de abril de 1874, com a criação do município de Souzel, com a sede com a condição de vila. José Porfírio de Miranda Júnior tornou-se seu primeiro intendente, cargo correspondente ao de prefeito. Nesse período a localidade sobrevivia da extração e comercialização da borracha e de outras drogas do sertão, além de se comunicar com Santarém e Porto de Moz por navegação a vapor.[8]

Contudo, em 1921 o município de Souzel novamente foi extinto e o seu território foi anexado ao município de Porto de Moz; posteriormente o próprio município de Porto de Moz foi extinto, integrado ao de Altamira, e restaurado.[9]

Restauração da emancipaçãoEditar

Elevado à categoria de município com a denominação de Souzel, pela lei estadual nº 2460, de 29 de dezembro de 1961, desmembrado de Porto de Moz e de Altamira, com sede no antigo distrito de Souzel. Foi formalmente instalado em 11 de abril de 1962. [9]

Pelo decreto-lei nº 164, de 23 de janeiro de 1970, o distrito de Souzel passou a denominar-se Senador José Porfírio,[9] em homenagem ao político José Porfírio de Miranda Júnior.

GeografiaEditar

 
Rio Xingu e a Orla de Senador José Porfírio

Localizado a uma latitude 02º35'27" sul e longitude 51º57'15" oeste, estando a uma altitude de 20 metros acima do nível do mar. O município possui uma população estimada de 11 827 mil habitantes, distribuídos em 14 419 km² de extensão territorial.[10][11]

HidrografiaEditar

A Hidrografia, destaca-se como acidente hidrográfico o Rio Xingu que ao penetrar no Município, constituí-se em limite natural com Altamira a Oeste, juntamente com o seu afluente da margem direita, o rio Ituna, formando um grande cotovelo até o limite com município de, Porto de Moz onde banha a sede municipal, no seu baixo curso, até desembocar no Amazonas.

InfraestruturaEditar

TransportesEditar

A principal ligação rodoviária de Senador José Porfírio com o território nacional se dá pela rodovia estadual PA-167, que liga a sede municipal á vila de Pontal de Belo Monte, na BR-230 (Transamazônica).

Porfírio também depende muito do transporte fluvial, sendo que a principal facilidade do tipo é o Porto de Senador José Porfírio, na sede municipal. Os principais destinos partindo do porto são as localidades de Vitória do Xingu e Porto de Moz.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Estimativa populacional 2016» (PDF). Estimativa populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2016. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 2 de agosto de 2013 
  5. a b «PIB Municipal 2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  6. «Estado Pará, Município de Senador José Porfírio». IBGE. 2016. Consultado em 13 de junho de 2016 
  7. «Senador José Porfírio, Pará - PA.». IBGE. 2015. Consultado em 13 de junho de 2016 
  8. a b 1600 a 1875: Missões jesuítas e o ciclo econômico das drogas do sertão. Rede Xingu +. 2018.
  9. a b c Histórico de Senador José Porfírio. IBGE Cidades. 2018.
  10. «Estado Pará, Município de Curionópolis». IBGE. 2015. Consultado em 13 de junho de 2016 
  11. «Curionópolis, Pará - PA.». IBGE. 2015. Consultado em 13 de junho de 2016 
  Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.