Senhora?

meme da Internet brasileiro
(Redirecionado de Senhora? (meme))

Senhora? é um meme da Internet que surgiu a partir de uma entrevista de Edinair Maria dos Santos Moraes à TV Anhanguera, em 2015. Edinair, junto com outros servidores da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), foi flagrada marcando presença e indo embora logo em seguida por três dias. A repórter Renata Costa questionou a servidora sobre isso, que começou a correr, sendo seguida pela repórter que dizia: "Senhora? Senhora?".

A repórter Renata Costa seguindo Edinair Maria

A reportagem foi publicada em 28 de setembro de 2015 e logo se tornou popular na Internet, inspirando jogos para celular e entrando em diversas listas de melhores memes do ano, além de ser o termo mais pesquisado do Google nessa categoria. Após o caso, Edinair foi exonerada e saiu de Goiânia, e a Alego fez mudanças para evitar casos como esse. Retrospectivamente, casos de pessoas fugindo de entrevistas foram comparados ao de Edinair.

Origem

editar
 
Vista frontal do antigo prédio da Assembleia Legislativa de Goiás à noite, em 2015.

Em 28 de setembro de 2015, foi divulgada a reportagem "Servidores da Assembleia batem o ponto e saem sem trabalhar", gravada pela TV Anhanguera de Goiânia, uma das filiadas da TV Globo em Goiás. A emissora flagrou servidores da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) batendo ponto e indo embora logo em seguida. Mesmo não trabalhando, eles continuavam recebendo salários de até dez mil reais. Uma das servidoras era Edinair Maria dos Santos Moraes, assessora nível 3, que foi flagrada registrando a presença na Alego, mas saindo logo em seguida. Isso foi registrado durante três dias pela rede televisiva. Com salário de dois mil reais, ela estava registrada como assessora do deputado Marlúcio Pereira da Silva.[1]

Em um dos dias, Edinair foi para uma padaria, fez caminhada em um parque e passou quase duas horas sentada em um banco. Logo após, ela retornou à Assembleia, mas ficou do lado de fora. Após isso, foi entrevistada pela equipe de reportagem da TV Anhanguera e questionada pela repórter Renata Costa. Edinair disse que trabalhava como secretária, mas estava desempregada naquele momento. Ela declarou que estava na Assembleia para participar de um evento. No entanto, foi questionada sobre o fato de bater o ponto diariamente e sair. Ela negou, mas a repórter diz: "A senhora fez, nós temos gravado". A servidora começa a correr, sendo seguida pela repórter, dizendo: "Senhora? Senhora? Por que a senhora está correndo se não é funcionária da Assembleia?". No entanto, ela não obteve resposta.[1]

Repercussão e legado

editar

O caso logo virou um meme da Internet e passou a ser compartilhado em redes sociais como o Twitter. Vários jornais notaram a popularidade do meme.[2][3][4][5] O meme foi compartilhado pelo jornalista Hugo Gloss e pelo padre Fábio de Melo, e suas postagens tiveram repercussão considerável.[6] A entrevista inspirou jogos para celular, notavelmente Senhora Volta Aqui.[7][8][9] Em memes, "Senhora" foi o termo mais pesquisado no Google em 2015, segundo relatório publicado no dia 17 de dezembro.[10] O caso entrou nas listas de melhores memes de 2015 da Revista Glamour,[11] Super,[12] Tecmundo,[13] Mundo Bit[14] e Diário de Pernambuco,[15] e entrou na lista de "maiores memes da década" da 33Giga[16] e de "7 maiores clássicos das reportagens que viraram memes"[17] e "25 memes que formaram o caráter da internet brasileira" da MegaCurioso.[18] O meme é citado no livro Os 198 Maiores Memes Brasileiros que Você Respeita, de Kleyson Barbosa.[19]

Casos posteriores de pessoas que fugiram de entrevistas seriam comparados ao de Edinair. No dia 7 de janeiro de 2018, o programa Fantástico exibiu uma reportagem similar, sobre médicos do interior de São Paulo que batiam ponto no hospital em que trabalhavam e logo saíam do local, voltando apenas para bater o ponto da saída. A repórter tentou falar com um desses médicos. Ela questionou: "Por que o senhor não cumpriu seu horário todo aqui, doutor?", e o médico respondeu: "Eu tenho que... dá licença", e começou a correr. A repórter o seguiu até a entrada do hospital e não obteve resposta. O caso também virou um meme.[20][21] O deputado federal Eduardo Bolsonaro, no dia 22 de outubro de 2019, após breve comentário sobre o Foro de São Paulo, evitou a imprensa correndo por três anexos da Câmara, esbarrando em pessoas. Uma repórter pediu entrevista, mas foi ignorada. Eduardo parou de correr após descer as escadas de acesso ao Anexo 4. O caso também foi comparado ao de Edinair e ficou popular na Internet.[22][23]

Resultado

editar

Marlúcio Pereira disse que não havia nada de irregular com a servidora, que prestava serviços de assistência social ao gabinete. Ele disse que o trabalho de Edinair era em campo, principalmente em Aparecida de Goiânia.[1] No entanto, Edinair foi exonerada um dia após a divulgação da reportagem, no dia 29 de setembro de 2015.[24] O presidente da Alego, Hélio de Souza, declarou: "Nós a exoneramos porque ela disse que não trabalhava na Assembleia. Então, esse foi o critério".[25]

Após o caso, Edinair deixou Goiânia, alegadamente porque estava com medo de ser agredida. A defesa relatou que havia provas de que ela cumpria sua função de assessora, mas um "grave equívoco" fez com que ela fosse exonerada e se tornasse um meme. Segundo o advogado de Edinair, Maurício Vieira de Carvalho Filho, dias após o caso: "Ela está emocionalmente acabada, completamente abalada, teve uma repercussão muito grande. Foram feitas várias montagens, vários perfis falsos nas redes sociais usando o nome e a imagem dela de maneira ilegal. Ela não tem condição de fazer nada hoje". Após os flagrantes de servidores que não trabalhavam, como no caso de Edinair, a direção da Alego anunciou mudanças, como a implantação de um sistema biométrico, substituindo os crachás, e um novo esquema de entrada e saída dos servidores, bem como uma avaliação trimestral dos funcionários elaborada e entregue por cada gestor.[26]

Referências

  1. a b c «Servidores da Assembleia batem o ponto e saem sem trabalhar; vídeo». G1. 28 de setembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  2. Martins, Mirella (1 de outubro de 2015). «"Senhora? Senhora?": Conheça o novo meme da web». JC. Consultado em 25 de julho de 2021 
  3. Vinhal, Gabriela (28 de setembro de 2015). «Servidora bate ponto, vai embora, foge de repórter e vira meme na internet». Correio Braziliense. Consultado em 25 de julho de 2021 
  4. «"Senhora? Senhora?": Internet não perdoa e funcionária fantasma vira meme; veja os melhores». Jovem Pan. 29 de setembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  5. «Vídeo de repórter da Globo correndo atrás de entrevistada vira meme na web». UOL TV e Famosos. Consultado em 25 de julho de 2021 
  6. «Imagens da servidora que bate o ponto e foge viram piada na web». G1. 29 de setembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  7. «Senhora, Volta Aqui! Meme que virou febre na internet ganha jogo para Android». TudoCelular. 5 de outubro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  8. «"Senhora Volta Aqui" vira jogo para smartphone». Exame. 5 de outubro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  9. «Meme da 'senhora' que foge de entrevista vira jogo para smartphone». F5. 5 de outubro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  10. «'Cristiano Araújo' e 'Senhora' estão entre principais buscas do Google». G1. 17 de dezembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  11. «Top 10 melhores memes de 2015». Revista Glamour. 10 de agosto de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  12. «Os maiores memes de 2015, parte 1». Super. Consultado em 25 de julho de 2021 
  13. «Retrospectiva memes: quais foram os grandes destaques da internet em 2015?». TecMundo. Consultado em 25 de julho de 2021 
  14. «Os 15 memes que mais bombaram no Brasil em 2015». MundoBit. 18 de dezembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  15. «Relembre os melhores memes de 2015». Diário de Pernambuco. 21 de dezembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  16. «Retrospectiva: relembre os maiores memes da década». 33Giga. Consultado em 25 de julho de 2021 
  17. «Os 7 maiores clássicos das reportagens que viraram memes». MegaCurioso. 21 de outubro de 2015. Consultado em 24 de abril de 2021 
  18. «25 memes que formaram o caráter da internet brasileira». MegaCurioso. 9 de abril de 2019. Consultado em 24 de abril de 2021 
  19. Barbosa, Kleyson (15 de junho de 2017). Os 198 Maiores Memes Brasileiros que Você Respeita. São Paulo: Editora Abril. p. 167. ISBN 9788555791970 
  20. «'Senhora? Senhora?': Médico foge de entrevista no 'Fantástico' e vira meme no Twitter». Estadão. Consultado em 25 de julho de 2021 
  21. «"Doutor" é o novo "senhora"! Médico foge de repórter da Globo e vira meme». UOL TV e Famosos. Consultado em 25 de julho de 2021 
  22. «Como a 'fuga' de Eduardo Bolsonaro ressuscitou um meme nas redes sociais». Veja. Consultado em 25 de julho de 2021 
  23. «'Senhora?' Eduardo Bolsonaro vira meme após correr de jornalistas; veja vídeo». Jornal Correio. 22 de outubro de 2019. Consultado em 25 de julho de 2021 
  24. «Servidora que bateu ponto e fugiu é exonerada da Assembleia de Goiás». G1. 29 de setembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  25. «Após bater ponto, fugir de repórter e virar meme, servidora é exonerada». Correio Braziliense. 29 de setembro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 
  26. «Defesa diz que servidora que correu de repórter está abalada: 'Equívoco'». G1. 2 de outubro de 2015. Consultado em 25 de julho de 2021 

Artigos acadêmicos

editar

Ligações externas

editar