Sex (butique)

Butique de roupas ativa nos anos 1970

Sex foi uma butique criada por Malcolm McLaren e Vivienne Westwood na 430 King's Road, Londres, entre 1974 e 1976. Especializou-se em roupas que definiram o visual do movimento punk.[1][2][3][4][5][6]

O prédio na 430 King's Road onde a butique de roupas Sex funcionava

HistóriaEditar

Paradise GarageEditar

Em outubro de 1971, Malcolm McLaren e um amigo da escola de arte, Patrick Casey, abriram uma barraca nos fundos da loja Paradise Garage na 430 King's Road[7] no distrito de Chelsea, em Londres. À venda estavam itens coletados por McLaren ao longo do ano anterior, incluindo discos de rock & roll, revistas, roupas e memorabilia da década de 1950.[8]

Too Fast To Live, Too Young To DieEditar

Em 1973, o interior da loja foi mudado e ela ganhou um novo nome, Too Fast To Live, Too Young To Die, para refletir uma nova linha de roupas da moda "rocker" dos anos 1960 no Reino Unido. Na primavera de 1974, a loja passou por outra reforma[9] e foi rebatizada com o nome Sex.

SexEditar

A fachada[10] incluía um letreiro de espuma de borracha rosa soletrando "SEX".[11][12]

A SEX[13] vendia roupas de fetiche e bondage fornecidas por marcas especializadas como a Atomage, She-and-Me e London Leatherman, além de desenhos de McLaren e Westwood.[14] Jordan (Pamela Rooke) foi uma das assistentes de vendas.[15][16] Entre os clientes da SEX estavam os quatro membros originais do Sex Pistols (o baixista Glen Matlock era empregado como assistente de vendas aos sábados). O nome do grupo foi criado por McLaren em como forma de promoção à boutique. Em agosto de 1975, John Lydon, de dezenove anos, foi persuadido a fazer um teste para o grupo cantando "I'm Eighteen", de Alice Cooper, na jukebox. Outros frequentadores notáveis incluíram a assistente ocasional Chrissie Hynde,[17] Adam Ant, Marco Pirroni, Siouxsie Sioux, Steven Severin e o resto do Bromley Contingent.

Os designs da loja confrontavam tabus sociais e sexuais, e incluíam camisetas com imagens do rosto do estuprador de Cambridge,[18] caubóis semi-nus[10] de uma ilustração de 1969 do artista norte-americano Jim French,[19] trompe-l'œil de seios[20] pelos alunos da Escola de Design de Rhode Island Janusz e Laura Gottwald no final dos anos 1960,[19] e textos pornográficos do livro School for Wives ("I groaned with pain...in a soft corrosion"),[21][22][23] de Alexander Trocchi. Também foram apresentadas camisetas[24] com a frase 'Prick Up Your Ears',[25] uma referência à biografia do influente músico proto-punk Joe Orton, de texto extraído da sua biografia dizendo como roupas baratas combinavam com ele. Entre os designs, havia jeans transparentes e embolsados, tops com zíper e a "camisa da anarquia".[26][27][28][29] Estas foram branqueadas, tingidas e adornadas com imagens de Karl Marx e slogans anarquistas.[30][31][32][33][34]

SeditionariesEditar

Em dezembro de 1976, a loja da 430 King's Road foi renomeada Seditionaries,[35][36] permanecendo sob esse nome até setembro de 1980.[37] Os projetos foram licenciados por Westwood para os operadores da butique da 153 King's Road, Boy (anteriormente Acme Attractions)[38] que os publicaram, alguns com alterações, nos oito anos seguintes.[39] Boy London foi fundada por Stephane Raynor[40] e pelo empresário de israelita John Krivine[41] em 1976 na King's Road.[42][43] Krivine vendeu a empresa em 1984.[44]

Referências

  1. J.C. Maçek III (6 de junho de 2013). «Fashionably Anti-Establishment: 'Punk: From Chaos to Couture'». PopMatters 
  2. The Look: Adventures in rock & pop fashion by Paul Gorman. Publisher: Londres, Adelita Ltd, 2006 ISBN 978-0-9552017-0-7
  3. England's Dreaming Sex Pistols and Punk Rock by Jon Savage. Publisher: Londres, Faber & Faber Ltd, 1991 ISBN 978-0-571-13975-0
  4. Rotten: No Irish, No Blacks, No Dogs by John Lydon. Publisher: Picador, 1995 ISBN 0-312-11883-X
  5. SEX & SEDITIONARIES: The incomplete sordid works of Vivienne Westwood and Malcolm McLaren" by PunkPistol. Publisher: First Edition, 2006. ISBN 0-9554643-0-7
  6. "DESTROY by PunkPistol. Vivienne Westwood & Malcolm McLaren: The destruction and deconstruction of punk clothing" by PunkPistol. Publisher: First Edition, 2010. ISBN 978-0-9554643-2-4
  7. «Kings Road Archives – Flashbak». Flashbak. Consultado em 25 de maio de 2019 
  8. «Q&A: BOY London on Outfitting the Punk Movement». Rolling Stone. I started by selling Fifties clothing to him. – Stephane Raynor 
  9. «::THE LOOK – adventures in rock and pop fashion:: » The Politics Of Flash revisited». rockpopfashion.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  10. a b «Anarchy in the UK: A Brief History Of Punk Fashion». Marie Claire. 26 de outubro de 2015. Consultado em 25 de maio de 2019 
  11. _black_acrylic (3 de março de 2014). «_Black_Acrylic: SEX». Blogspot. Consultado em 25 de maio de 2019 
  12. «Sex signage: Was McLaren inspired by Lubalin's cladding for the Georg Jensen flagship NY store?». Paul Gorman is... Consultado em 25 de maio de 2019 
  13. «Chris Spedding: Unsung hero of Seventies style from Alkasura + Granny Takes A Trip to Let It Rock, Sex + Seditionaries». Paul Gorman is... Consultado em 25 de maio de 2019 
  14. Westwood, Vivienne; Kelly, Ian (9 de outubro de 2014). «Vivienne Westwood». Pan Macmillan. Consultado em 25 de maio de 2019 – via Google Books 
  15. Drury, Colin (10 de novembro de 2017). «Jordan poses at Vivienne Westwood's SEX shop: 'I'm not sure why I lifted my top, but it felt right'». The Guardian. Consultado em 25 de maio de 2019 
  16. «THE FILTH & THE FASHION – VIVIENNE WESTWOOD'S '70s SEX RAG REVOLUTION». selvedgeyard.com. 7 de outubro de 2010. Consultado em 25 de maio de 2019 
  17. «Chrissie Hynde + Kate Simon in Malcolm McLaren's Sex Pistols Smoking Boy T-shirts». Paul Gorman is... Consultado em 25 de maio de 2019 
  18. «When Life Means Life – The Cambridge Rapist». WordPress. 14 de dezembro de 2016. Consultado em 25 de maio de 2019 
  19. a b «The origins of the Tits tee: Robert Watts + Products for Implosions Inc». Paul Gorman is... Consultado em 25 de maio de 2019 
  20. «::THE LOOK – adventures in rock and pop fashion:: » The strange and intriguing tale of the "tits tee"». rockpopfashion.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  21. «When The Runaways guitarist Lita Ford raffled her McLaren/Westwood I Groaned With Pain t-shirt». Paul Gorman is... Consultado em 25 de maio de 2019 
  22. «Only anarchists are pretty! Slogan in Fashion». Or Not Magazine. Consultado em 25 de maio de 2019 
  23. «Antidizionario della Moda». Tumblr. Consultado em 25 de maio de 2019 
  24. «Seditionaries – Prick Up Your Ears muslin». Flickr. Consultado em 25 de maio de 2019 
  25. «Review: Subversive Design at Brighton Museum – re-appropriation, satire and sexual taboo to inspire and entertain (warning – this show asks "who killed Bambi" and challenges gender stereotypes)». sussexartbeat.com. 27 de fevereiro de 2014. Consultado em 25 de maio de 2019 
  26. Dazed (1 de maio de 2013). «The Anarchy Shirt». dazeddigital.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  27. «The Shirt That Changed Everything Forever – Style Voyeur». archive.org. 6 de março de 2016. Consultado em 25 de maio de 2019. Arquivado do original em 6 de março de 2016 
  28. Strongman, Phil (12 de abril de 2018). «Pretty Vacant: A History of UK Punk». Chicago Review Press. Consultado em 25 de maio de 2019 – via Google Books 
  29. «::THE LOOK – adventures in rock and pop fashion:: » Anarchy to Kanye: 30 years of Contemporary Wardrobe». rockpopfashion.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  30. «Only Anarchists Are Pretty: New Fragment x Peel + Lift Anarchy Shirt goes on sale as The Pool opens in Aoyoama». Paul Gorman is... Consultado em 25 de maio de 2019 
  31. Do It Yourself: Democracy and Design. Journal of Design History, Vol. 19, No. 1, (Spring, 2006), pp. 69–83
  32. «V&A · Vivienne Westwood: punk, new romantic and beyond». Victoria and Albert Museum. Consultado em 25 de maio de 2019 
  33. «Hint Fashion Magazine – Hint Blog». hintmag.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  34. Rocktheworld. «rock the world: sex pistols». Blogspot. Consultado em 25 de maio de 2019 
  35. «The Filth and the Fury: how punk changed everything». The Independent. 29 de abril de 2013. Consultado em 25 de maio de 2019 
  36. «jonsavage " 430 King's Road». archive.org. 17 de julho de 2014. Consultado em 25 de maio de 2019. Arquivado do original em 17 de julho de 2014 
  37. «Seditionaries Clothing Store – Punk Clothes – Sex Pistols – Vivienne Westwood – Punk t shirts». punkflyer.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  38. «BOY on Boy action: Iconic 80s photos of Boy George modeling fashions from BOY London». dangerousminds.net. 12 de julho de 2017. Consultado em 25 de maio de 2019 
  39. «::THE LOOK – adventures in rock and pop fashion:: » Exclusive: McLaren and Punkpistol speak to THE LOOK». rockpopfashion.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  40. «About Us Official Boy London website». boy-london.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  41. Agencies, News (5 de maio de 2014). «Fashion brand's logo likened to Nazi eagle symbol». The Daily Telegraph. Consultado em 25 de maio de 2019 
  42. Limited, Selfridges. «Selfridges, London». selfridges.com. Consultado em 25 de maio de 2019 
  43. «BOY on Boy action: Iconic 80s photos of Boy George modeling fashions from BOY London». dangerousminds.net. 12 de julho de 2017. Consultado em 25 de maio de 2019 
  44. «Store withdraws Boy London clothing over 'Nazi' eagle logo complaints». The Independent. 7 de março de 2014. Consultado em 25 de maio de 2019 
  Este artigo sobre uma loja é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.