Abrir menu principal
Terremoto de Iquique de 2014
Epicentro 19.572° S 70.908° O
Profundidade 38.9 Km (CSN)[1]
20.1 km (USGS)[2]
Magnitude 8,2[3] MW
Data 01 de abril de 2014
Zonas atingidas  Chile
 Bolívia
 Peru
Vítimas 6 mortos

O terremoto de Iquique de 2014 ocorreu às 20h46 (UTC-3), em 1 de abril, na região próxima à cidade de Iquique e teve magnitude de 8,2 MW.[1][2] Afetou às regiões chilenas de Arica e Parinacota e Tarapacá, e de acordo com o Serviço Sismológico do Chile, o epicentro esteve a 89 km a sudoeste da localidade de Cuya.[1]

Devido à intensidade e localização do sismo, o Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Armada do Chile (SHOA) decretou «alarme de tsunami» e a Oficina Nacional de Emergência do Ministério do Interior (ONEMI) ordenou evacuar os sectores costeiros de todo o país.[4] O alarme fez-se extensiva a diversos países da costa do pacífico.[5][6]

Foi o sismo mais poderoso registrado em 2014, de acordo com o serviço de monitoramento geológico dos Estados Unidos. O tremor durou dois minutos.

HistóricoEditar

Uma série de tremores de médio porte já vinham atingido a região em semanas anteriores. Estes tremores e o tremor principal estão associados com o limite das placas tectônicas de Nazca e Sul-Americana.

EfeitosEditar

ChileEditar

O governo ordenou que as áreas costeiras do norte do país estão sendo evacuadas por causa do risco de tsunami. "Um terremoto forte como esse pode gerar uma grande onda que chega a uma costa próxima em alguns minutos e nas costas mais distantes em questão de uma hora", disse o porta-voz do centro de emergências chileno.[6][7][8]

PeruEditar

O chefe do Escritório de Defesa Civil de Arequipa, Miguel Alayza, ordenou a evacuação de comunidades costeiras da cidade, no entanto, afirmou-se que o oficial ainda não recebeu um relatório da Marinha do Peru, mas tem sido baseada em informações provenientes de Chile. Por conseguinte, a medida seria essencialmente preventiva.[9] Na costa do Peru, uma onda de cerca de um metro atingiu o litoral de Tacna, na fronteira com o Chile, "o que representa que não há risco de tsunami, mas é necessário adotar medidas de segurança", informou o comandante da Marinha, Colbert Ruiz.[5]

EquadorEditar

A Secretaria Nacional de Gestão de Riscos (SNGR) anunciou alerta vermelho para o litoral equatoriano, ou seja, necessidade de evacuação da áreas de risco. O próprio presidente do país, Rafael Correa, tinha confirmado em sua conta no Twitter o "forte terremoto no mar do Chile" e que "o INOCAR emitiu alerta de tsunami". Já o Instituto Oceanográfico da Marinha mudou de "alerta vermelho (evacuação) para o amarelo", de precaução.[10]

Alerta de tsunamiEditar

Foi relatado que um tsunami de cerca de 2 metros foi gerado, e já teria atingido algumas áreas costeiras do país, e avisos foram emitidos para toda a costa do Pacífico da América Latina. O governo ordenou que as áreas costeiras fossem evacuadas pelo risco de tsunami. O alerta diz que além do Chile, as regiões costeiras do Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, e Estados Unidos. estariam em risco. A Marinha do Chile disse que a primeira onda do tsunami atingiu a cidade de Pisagua 45 minutos após o terremoto.[3][7] Posteriormente os alertas foram suspensos para todos os países, exceto o próprio Chile e o Peru.[11]

Referências

  1. a b c Servicio Sismológico de Chile. «Informe de sismo sensible» (em espanhol). Consultado em 2 de Abril de 2014. Arquivado do original em 7 de abril de 2014 
  2. a b USGS. «M8.2 - 95km NW of Iquique, Chile» (em inglês). Consultado em 2 de abril de 2014 
  3. a b Terremoto de magnitude 8,2 atinge a costa do Chile G1.com. 1º de abril de 2014
  4. ONEMI - Oficina Nacional de Emergencia del Ministerio del Interior y Seguridad Pública. «Sismo de mayor intensidad en las regiones de Arica y Parinacota, Tarapacá y Antofagasta». Últimos Eventos (em espanhol). Consultado em 2 de Abril de 2014. Arquivado do original em 6 de abril de 2014 
  5. a b Terremoto de magnitude 8,2 atinge Chile e provoca alerta de tsunami em toda a costa latina do Pacífico. Zero Hora. 01 de abril de 2014.
  6. a b Forte terremoto atinge Chile e gera alerta de tsunami na costa da América Latina
  7. a b Forte terremoto atinge costa do Chile e provoca tsunami Reuters. 01 de abril de 2014
  8. Forte terremoto atinge Chile e gera alerta de tsunami na costa da América Latina Portal R7. 01 de abril de 2014.
  9. (em castelhano) Alerta de tsunami en el Perú: decretan evacuar Arequipa. El Universal, 01 de abril de 2014.
  10. Marinha se corrige e diz que "não existe alerta de tsunami" para o Equador Yahoo!, 01 de abril de 2014.
  11. Além do Chile, Equador e Peru emitem alertas de tsunami Terra, 01 de abril de 2014.

Ver tambémEditar