Abrir menu principal

Sistema Brasileiro de Coleta de Dados Ambientais

O Sistema Brasileiro de Coleta de Dados Ambientais (SBCDA), é o sistema brasileiro para coleta de dados ambientais, baseado em satélites e estações terrestres.

A operação desse sistema, teve início em 1993, com o lançamento do satélite SCD-1, cuja vida útil estimada de um ano, foi amplamente superada, atingindo quinze anos de operação. Com o lançamento do SCD-2 em 1998, o SBCDA recebeu um reforço no seu segmento espacial garantindo maior confiabilidade e sinalizando à comunidade usuária a continuidade do sistema. Seguiram-se os lançamentos do CBERS-1, 2 e 2B em 1999, 2003 e 2007 respectivamente.[1]

Já sobre a parte terrestre do sistema, a rede inicial de "Plataformas de Coleta de Dados" (PCDs), na época do lançamento do SCD-1, contava com cerca de 60 PCDs. Já em 2008, estavam instaladas mais de 800 PCDs, demonstrando o crescente interesse da comunidade usuária, a operacionalidade do sistema, e a qualidade dos serviços prestados. Isso causou um aumento do comprometimento e responsabilidade do INPE na manutenção do sistema em estado operacional e na melhoria constante de desempenho do sistema para satisfação das necessidades dos usuários.[1]

Referências

  1. a b Yamaguti, Wilson. «Sistema Brasileiro de Coleta de Dados Ambientais: Status e planos futuros» (PDF). INPE. Consultado em 25 de julho de 2013 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.