Abrir menu principal
Smokey Robinson
Robinson durante show no Chumash Casino Resort em Santa Ynez (Califórnia), em 2006.
Informação geral
Nome completo William Robinson, Jr.
Também conhecido(a) como King of Motown (Rei da Motown)
Nascimento 19 de fevereiro de 1940 (79 anos)
Origem Detroit, Michigan
País Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Progenitores Mãe: Flossie Robinson
Pai: William Robinson
Cônjuge Claudette Rogers Robinson (c. 1959–86)
Frances Glandney (c. 2004)
Filho(s) Berry William Borope Robinson (n. 1968)
Tamla Claudette Robinson (n. 1969)
Trey Robinson (n. 1984)
Instrumento(s)
Período em atividade 1955-presente
Outras ocupações
Gravadora(s)
Afiliação(ões)
Página oficial www.smokeyrobinson.com

William "Smokey" Robinson, Jr. (Detroit, Michigan, 19 de fevereiro de 1940) é um cantor, compositor e produtor de R&B e soul norte-americano. Sua imagem é frequentemente associada à gravadora Motown, tendo sido vice-presidente da gravadora entre 1961 e 1988. Ficou, então, conhecido como "King of Motown" (Rei da Motown).

BiografiaEditar

William Robinson, Jr. nasceu e cresceu no distrito de North End, em Detroit, no estado de Michigan. Foi apelidado de "Smokey Joe" por seu tio que à época era fã de um personagem western. Anos mais tarde, William percebeu o significado pejorativo de seu apelido, que era dirigido como ofensa à pessoas negras. Durante a adolescência o apelido foi encurtado para "Smokey", e o futuro astro passou a dedicar-se especialmente à música. Era fã de Nolan Strong & The Diablos, um prestigiado grupo musical das décadas de 50 e 60, especialmente pela voz de tenor de Nola Strong. Em 1955, Robinson criou um grupo musical chamado The Five Chimes com seu melhor amigo Ronald White e seus amigos Pete Moore, Clarence Dawson e James Grice. Dois anos depois o grupo recebeu mais dois compenentes, os primos Emerson e Bobby Rogers.

Robinson ganhou seu primeiro Grammy como artista solo em 1988 para melhor performance vocal masculina de R&B, para a música "Just To See Her", do álbum One Heartbeat. Em 1991 foi homenageado recebendo o prêmio de lenda da música no Grammy Awards daquele ano, e sendo reconhecido pelo seu legado na música no Soul Train Music Award.

Em 1999, foi novamente homenageado no Grammy, recebendo o Grammy Lifetime Achievement Award, uma espécie de prêmio pelo conjunto da obra de um artista. E em 2006 foi agraciado com o prêmio Kennedy, por sua contribuição para a cultura americana.

Teve um papel importante na carreira de Michael Jackson à época da Motown, sua gravadora inicial. Veio a público, à época do falecimento deste, para dizer que não acreditava na culpa de Jackson com relação à acusação de pedofilia. Cantou a música "Earth Song", juntamente com Usher, Beyoncé, Carrie Underwood e Celine Dion em homenagem à Michael no Grammy de 2010.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar