Soyuz MS-25 é um voo espacial atual cujo lançamento foi originalmente planejado para o dia 13 de março de 2024,[2][3] mas reagendado para o dia 21, sendo posteriormente abortado. Por fim, foi lançado de forma bem sucedida no dia 23 de março de 2024.

Soyuz MS-25
Insígnia da missão
Soyuz MS-25
Informações da missão
Operadora Roscosmos
Foguete Soyuz 2.1a
Espaçonave Soyuz MS
Base de lançamento Baikonur 31/6
Lançamento 23 de março de 2024, 12:36:10 UTC[1]
Baikonur, Cazaquistão
Duração 62 dia(s) e 20 hora(s)
Altitude orbital ~400km[1]
Inclinação orbital 51,6º[1]
Imagem da tripulação
Dyson, Novitski e Vaciliouskaia
Dyson, Novitski e Vaciliouskaia
Navegação
Soyuz MS-24
Soyuz MS-26

Tripulação editar

A astronauta estadunidense Tracy Caldwell-Dyson substituiu Alexander Grebienkin como parte do sistema de troca de tripulação Soyuz-Dragon, cujo objetivo é ter pelo menos tripulantes americanos e russos na ISS. Isso permite a ocupação contínua da estação espacial pelos EUA e pela Rússia e mantém cenários de tripulação de reserva para evitar cenários como o aborto da Soyuz MS-10, ou para compensar atrasos no lançamento de missões de rotação da tripulação de veículos como o SpaceX Crew-3, que foi atrasado devido a condições climáticas desfavoráveis de lançamento.[4]

Lançamento
Posição Tripulante Duração Pousará na
Comandante   Oleg Novitski 13d 18h 40m 50s Soyuz MS-24
Participante do voo espacial   Marina Vaciliouskaia[5]
Engenheira de voo 2   Tracy Caldwell 62 dia(s) e 20 hora(s) Soyuz MS-25
Pouso
Posição Tripulante Duração Lançaram na
Comandante   Oleg Kononenko 253 dia(s) e -7 hora(s) Soyuz MS-24
Engenheiro de voo 1   Nikolai Tchub
Engenheira de voo 2   Tracy Caldwell 62 dia(s) e 20 hora(s) Soyuz MS-25

Voo editar

Primeira tentativa de lançamento editar

O voo ocorreria no dia 21 de março de 2024, mas durante as preparações para o lançamento, foi cancelado automaticamente pelo sistema, faltando 21 segundos para o lançamento, devido à perda de voltagem de uma bateria.[6][7] Foi o primeiro aborto de uma nave tripulada da Soyuz que ocorreu tão em cima da hora.[8] A próxima tentativa ocorreu no dia 23 de março,[9] mas devido ao funcionamento da órbita na nova data, a acoplagem com a ISS só ocorrerá segunda, dia 25.[10]

Segunda tentativa de lançamento editar

O lançamento, por fim, ocorreu de forma bem sucedida no dia 23 de março de 2024,[1] após a troca da bateria defeituosa e o teste do primeiro estágio do foguete.[8] Após dois dias de voo livre, a nave acoplou no dia 25 de março.[11] Dyson foi lançada na Soyuz MS-25 e passará aproximadamente seis meses a bordo da Estação Espacial Internacional. Ela viajou para a estação com o cosmonauta da Roscosmos Oleg Novitsky e a participante do voo espacial Marina Vaciliouskaia da Bielorrússia, ambos os quais passarão aproximadamente 12 dias a bordo do complexo orbital como parte da 21ª expedição visitante a ISS.[12] Esta foi a primeira vez que uma nave Soyuz foi lançada com duas mulheres abordo.[13]

Retorno editar

Após completar sua expedição, Dyson retornará à Terra no dia 24 de setembro de 2024 com os cosmonautas da Roscosmos Oleg Kononenko e Nikolai Tchub, na espaçonave Soyuz MS-25. Kononenko e Tchub estão na ISS desde setembro de 2023, com a astronauta da NASA Loral O'Hara, lançados na espaçonave Soyuz MS-24. Kononenko e Tchub permanecerão a bordo da estação por cerca de um ano. Se a missão durar 300–365 dias, Kononenko terá acumulado um total de 1,036–1,101 dias no espaço, ultrapassando o recorde atual de 878 dias de Gennady Padalka. Assim, ele também se tornará a primeira pessoa a permanecer 1.000 dias no espaço. O'Hara, que passará seis meses a bordo da estação espacial, retornará com Novitski e Vaciliouskaia na espaçonave Soyuz MS-24.[12][14]

Referências

  1. a b c d «Spaceflight mission report Soyuz MS-25». www.spacefacts.de. 23 de março de 2024. Consultado em 23 de março de 2024 
  2. «Next year's Russian manned missions to ISS due in March, September» 
  3. «Космодром Байконур» [Baikonur Cosmodrome]. Consultado em 12 de dezembro de 2023 
  4. «Rogozin says Crew Dragon safe for Russian cosmonauts». SpaceNews. 26 de outubro de 2021. Consultado em 17 de dezembro de 2021 
  5. «Belarusian female astronaut to go ISS in March 2024 — Roscosmos». TASS. Consultado em 30 de maio de 2023 
  6. «Segundos antes de lançamento, voo de nave russa com 3 tripulantes é cancelado». Folha de S.Paulo. 21 de março de 2024. Consultado em 21 de março de 2024 
  7. «Soyuz MS-25 to launch to ISS». www.russianspaceweb.com. Consultado em 22 de março de 2024 
  8. a b Foust, Jeff (23 de março de 2024). «Soyuz launches to station after scrub». SpaceNews (em inglês). Consultado em 24 de março de 2024 
  9. published, Tariq Malik (21 de março de 2024). «Russian Soyuz rocket suffers rare last-minute abort during launch of 3 astronauts to ISS (video)». Space.com (em inglês). Consultado em 21 de março de 2024 
  10. Berger, Eric (21 de março de 2024). «A Soyuz crew launch suffers a rare abort seconds before liftoff». Ars Technica (em inglês). Consultado em 21 de março de 2024 
  11. Wall, Mike (25 de março de 2024). «3 spaceflyers arrive at the ISS aboard Russian Soyuz spacecraft». Space.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2024 
  12. a b O’Shea, Claire (15 de setembro de 2023). «NASA Astronaut Tracy C. Dyson Receives Third Space Station Assignment». NASA. Consultado em 19 de setembro de 2023 
  13. Sleuth, Space (29 de janeiro de 2024). «Space Sleuthing: Belarusian ISS visiting mission planned for March 2024». Space Sleuthing. Consultado em 30 de janeiro de 2024 
  14. «Better Late Than Never: New ISS Crew Prepares to Fly, All-Female EVAs Possible in October – AmericaSpace». www.americaspace.com (em inglês). 10 de setembro de 2023. Consultado em 19 de setembro de 2023 
Precedido por
SpaceX Crew-8
Voos tripulados
Sucedido por
Boe-CFT
Precedido por
Soyuz MS-24
Voos civis
Sucedido por