Abrir menu principal
Question book-4.svg
Este artigo cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sultanato de Bijapur

Dinastia Adil Xai • Dinastia Adil ShahiDinastia Adilshahi

14901686 
Deccan sultanates 1490 - 1687 ad.png
Mapa dos sultanatos do Decão (1490-1687)
Bijapur-sultanate-map.svg
Mapa do sultanato em 1620, durante o reinado de Ibraim Adil Xá II. Nota: o território de Goa português aparece erronamente como fazendo parte do sultanato.
Coordenadas 16° 50' N 75° 42' E
Continente Ásia
Região Decão
Capital Bijapur
Atualmente parte de  Índia (principalmente parte dos estados de Carnataca, Maarastra e Goa)

Língua oficial persa
Outros idiomas urdu do Decão • canarês
Religiões oficial:

maioritária: hinduísmo


Forma de governo monarquia

Período histórico Idade Moderna
• 1490  Fundação
• 1686  Anexação pelo Império Mogol

O Sultanato de Bijapur foi um dos cinco sultanatos do Decão, na Índia. Estes cinco reinos muçulmanos — Bijapur, Golconda, Amadanagar, Bidar e Ajuda[necessário esclarecer] — que ocupavam o planalto do Decão tornaram-se independentes em resultado da cisão do Sultanato de Bamani. Bijapur, inicialmente uma província do Sultanato de Bamani declarou a independência em 1490, sendo o seu fundador Iúçufe Adil Xá, chamado Hidalcão pelos portugueses. Em 1510, Bijapur repeliu a invasão portuguesa da cidade de Goa, que acabaria por perder para os portugueses após nova investida liderada por Afonso de Albuquerque no mesmo ano. Embora geralmente rivais, os sultanatos aliaram-se em 1565 contra o reino hindu de Vijayanagar (nomeado então pelos portugueses Reino de Bisnaga, com o qual mantinham relações amistosas), enfraquecendo-o permanentemente na Batalha de Talicota. Em 1619, Bijapur anexou Bidar. Os sultanatos foram posteriormente conquistados pelo Império Mogol, com Bijapur conquistado por Aurangzeb na campanha de 1686-7.

Sultanato de Bijapur: Adil XaiEditar

O Sultanato de Bijapur, localizado no sudoeste da Índia, foi fundado e governado pela dinastia Adil Xai entre 1490 e 1686. Os Adil Xais eram originalmente governadores provinciais do Sultanato de Bamani, mas com a dissolução do estado Bamani após 1518, Ismail Adil Xá, o Hidalcão, criou o sultanato independente.

Ismail Adil Shah e os seus sucessores embelezaram a capital em Bijapur com numerosos monumentos.

Os Adil Xais combateram os outros sultanatos e o reino hindu de Vijayanagar, que ocupava o sul do rio Tungabadra. Em 1565 os sultanatos combinaram forças para derrotar Vijayanagar, na batalha decisiva de Talinkota após o qual o império ruiu. Bijapur tomou o controle da Raichur Doab de Vijayanagar. Em 1619, os Adil Xais conquistaram o sultanato vizinho de Bidar, que foi incorporado no seu reino. No século XVII, os Maratas revoltaram-se com êxito sob a liderança de Shivaji e capturaram grandes partes do Sultanato excepto Bijapur. O Sultanato enfraquecido foi conquistado por Aurangzeb em 1686, com a queda de Bijapur trazendo o fim da dinastia.

Governantes de BijapurEditar

  1. Iúçufe Adil Xá ou Adil Cã, chamado Hidalcão pelos portugueses 1490—1510
  2. Ismail Adil Xá 1510—1534
  3. Malu Adil Xá 1534—1535
  4. Ibraim Adil Xá I 1535—1558
  5. Ali Adil Xá I 1558—1580
  6. Ibraim Adil Xá II 1580—1627
  7. Maomé Adil Xá 1627—1656
  8. Ali Adil Xá II 1656—1672
  9. Sicandar Adil Xá 1672—1686[1].

Referências e bibliografiaEditar

  1. Michell, George & Mark Zebrowski. Architecture and Art of the Deccan Sultanates (The New Cambridge History of India Vol. I:7), Cambridge University Press, Cambridge, 1999, ISBN 0 521 56321 6, p.274
  • Devare, T. N. A short history of Persian literature; at the Bahmani, the Adilshahi, and the Qutbshahi courts. Poona: S. Devare, 1961.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sultanato de Bijapur
  Este artigo sobre Estado extinto, integrado ao Projeto Estados Extintos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre a Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.