Supertec

Supertec foi uma marca de motores de Fórmula 1 fornecida pela empresa neerlandesa Super Performance Competition Engineering BV,[1] gerenciada por Flavio Briatore e Bruno Michel.[2] Os propulsores Supertec eram atualizações desenvolvidas pela Mecachrome dos motores Renault RS9 que foram usados na temporada de 1997.

Em maio de 1998, a Super Performance Competition Engineering assinou um acordo de distribuição exclusiva com a Mecachrome para começar na temporada de 1999. Os motores foram adquiridos e rebatizados como Supertec. Os motores Supertec equiparam a Williams, Benetton e BAR em 1999, e Benetton e Arrows em 2000. A equipe Benetton rebatizou os seus motores como Playlife.

Após a temporada de 2000, a Supertec entrou em colapso devido a problemas financeiros e, portanto, a Renault Sport F1 comprou os ativos da Supertec em 2001.

Fornecimento de motoresEditar

Ano Equipe Motor
1999   Williams Supertec FB01 3.0 V10
  BAR Supertec FB01 3.0 V10
2000   Arrows Supertec FB02 3.0 V10

Referências

  1. «Trademarks owned by Super Performance Competition Engineering BV». Inventively Inc. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 [ligação inativa] 
  2. «Who owns Mecachrome?». Grandprix.com. Inside F1, Inc. 25 de maio de 1998. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.